Créditos: AMD

Notebooks com CPU Ryzen 4000 chegariam a 18 horas de autonomia

Promessa foi feita pelo próprio vice-presidente de computação da AMD, Rick Bergman

Os notebooks com APUs AMD Ryzen 4000 deverão chegar a até 18 horas de autonomia, ou ao menos isso é o que disse o vice-presidente de computação da empresa, Rick Bergman. A empresa já havia confirmado que os seus processadores mobile de próxima geração vão trazer até oito núcleos – e as especulações divulgadas até agora dão conta de que essas CPUs vão trazer alto desempenho.

Como aponta o site Tom's Hardware, caso a informação seja verdadeira, isso significa que a AMD teria criado um produto forte para concorrer com o Qualcomm Snapdragon 8cx. As APUs Ryzen 4000 Mobile vão trazer núcleos de CPU com arquitetura Zen 2 e serão fabricadas no processo de produção de 7nm.

Esses são dois fatores que permitem que a nova geração de processadores para notebooks da AMD sejam consideravelmente mais eficientes do que os modelos anteriores. Além disso, a própria fabricante norte-americana já confirmou que suas CPUs mobile de seis núcleos vão rodar com TDP de 15W.

Fonte: AMD

- Continua após a publicidade -

Ainda segundo a publicação, isso significa que esses modelos terão clocks base e boost menores do que as opções com 45W, mas isso não deve fazer diferença para a maioria das cargas de trabalho dos usuários domésticos.

Por outro lado, quem pretender editar vídeos no seu notebook pode querer evitar os modelos com processadores de 15W. Afinal, laptops com menor TDP tendem a fazer throttling das suas CPUs quando estão sob cargas de trabalho pesadas. Isso porque esses modelos não são projetados para cargas de trabalho longas e contínuas.

As fabricantes de notebooks estão aguardando ansiosamente a chegada dos processadores AMD Ryzen 4000. Afinal, essas empresas têm sofrido com a falta de oferta de CPUs mobile da Intel no mercado.

Com processadores mais eficientes e de maior desempenho, a expectativa é de que a AMD volte a reconquistar uma considerável fatia do mercado. Ainda mais considerando que, nos últimos anos, a percepção dos consumidores em relação à marca da empresa tem melhorado consideravelmente.

Via: Tom's Hardware
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

Qual você acha melhor?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.