Créditos: Ampere

Ampere Altra é um processador para servidores baseado em ARM com 80 cores

CPU é recomendada para uso em edge computing e data centers na nuvem

A fabricante Ampere divulgou o seu novo processador para servidores Altra, que é o primeiro do mercado para servidores a ser baseado na arquitetura ARM a trazer 80 núcleos de processamento. O produto é indicado para o uso corporativo no mercado de data centers em nuvem e para edge computing.

A CPU é pensada para servidores de próxima geração e dá início a um novo ano no roadmap da Ampere. Ela traz TDP de até 210W, o que permite que ela tenha sua performance ampliada quando for necessário. Isso pode acontecer em casos de análise de dados e no processamento de inteligência artificial, de bancos de dados, de armazenamento.

O boost de desempenho também pode ser útil no processamento de dados de operadoras telefônicas, em edge computing, na hospedagem de sites e em aplicações que rodam nativamente em nuvem. Segundo engenheiros da Ampere, a empresa decidiu desenvolver o processador sem o uso de multithreading para criar um produto mais focado.

Fonte: Ampere

"Nós buscamos entregar desempenho confiável e contínuo com níveis altos de isolamento e de segurança para cada cliente, independente do que os outros clientes possam estar rodando em ambientes compartilhados. Os núcleos single-thread do Ampere Altra e os servidores densos e eficientes que eles impulsionam irão permitir que os clientes maximizem o número de serviços que podem implementar na nuvem e em edge computing".
Atiq Bajwa, arquiteto-chefe e diretor de tecnologia da Ampere

- Continua após a publicidade -


Fonte: Ampere

O Ampere Altra é um processador ARM de 64-bits que é baseado na plataforma ARM Neoverse N1. Ele foi fabricado usando o processo de produção N7 da TSMC. Seus 80 núcleos operam numa velocidade de até 3.0GHz.

Cada núcleo é quase como se fosse um processador separado, com seus próprios 64KB de I-cache L1, 64KB de D-cache L1 e 1MB de D-cache L2. Com isso, a empresa promete entregar performance previsível 100% do tempo, o que elimina um dos maiores desafios de servidores compartilhados.

Fonte: Ampere

- Continua após a publicidade -

Cada socket traz 128 linhas de PCIe Gen 4.0, além de permitir a instalação de placas de rede de 100GbE ou até mais. A placa-mãe do Ampere Altra também é compatível com dispositivos de armazenamento NVMe.

As plataformas de um ou dois sockets para o Ampere Altra já estão sendo enviadas para os provedores de serviços em nuvem. O processador em si começará a ser fabricado na metade de 2020.

Via: Guru3D, Tom's Hardware, TechPowerUp
Assuntos
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation 1. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia. Formado jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.