Tablet PlayBook chegará em 2011 por menos de US$500

O próximo grande concorrente do iPad a entrar no mercado é o PlayBook, tablet da RIM, fabricante dos smartphones Blackberry. E a competição deve ficar acirrada, a julgar pelo preço: a companhia revelou que o equipamento custarÁ "menos de US$500", o que o torna equivalente ou ainda mais barato que o "rival" da Apple.

A novidade da RIM chegarÁ mais de um ano após o lançamento do iPad, revelado por Steve Jobs em janeiro deste ano. A previsão, por ora, é que o tablet chegue às prateleiras norte-americanas "no primeiro trimestre de 2011".



O aparelho da Apple, em versões de 16, 32 e 64GB, com apenas Wi-Fi ou com 3G incluído, custa entre US$499 e US$699. JÁ o PlayBook "terÁ um preço muito competitivo", garantiu o co-CEO da RIM, Jim Balsillie, à Bloomberg. O executivo ainda afirmou que o lançamento global do aparelho acontecerÁ no segundo trimestre.

VÁrias empresas estão correndo atrÁs da Apple para alcançÁ-la no segmento emergente dos tablets. Atualmente, a companhia abocanha 95% do mercado e chegou a vender três milhões de unidades do iPad apenas nos primeiros 80 dias após o lançamento. Além da RIM, A Samsung, por exemplo, jÁ lançou um forte concorrente: o Galaxy Tab. Os preços, conforme o Engadget, começam em US$400 com contrato de dois anos e chegam a US$600, completamente livre de planos atrelados a operadoras.

"O domínio do iPad no ramo dos tablets vai mudar quando entrarmos no mercado", afirmou Balsillie. Anunciado no final de setembro, o PlayBook virÁ com processador ARM dual-core de 1GHz, 1GB de memória RAM e touchscreen de 7 polegadas e 1024x600 pixels de resolução capaz de rodar vídeos em 1080p. Como grandes diferenciais em relação ao iPad, o tablet da RIM terÁ compatibilidade com Adobe Flash Player e a câmera frontal para vídeo conferência, além de ser baseado em um sistema operacional próprio, o Blackberry Tablet OS.

Assuntos
Tags
  • Redator: Risa Lemos Stoider

    Risa Lemos Stoider

    Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e gamemaníaca desde os 4 anos de idade. Já experimentou consoles de várias gerações e atualmente mantém uma ainda modesta coleção. Aliando a prática jornalística com a paixão pela tecnologia e os games, colabora com a Adrenaline publicando notícias e artigos.

Qual vai ser o melhor game de outubro de 2020?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.