Créditos: WCCFTech

"Será mais fácil atingir os 60 FPS nos consoles next-gen", diz desenvolvedor

Declaração foi feita por Michal Szustak, CEO da Flying Wild Hog, estúdio esse responsável pelos games da franquia Shadow Warrior

Os dias passam, e estamos cada vez mais próximos do aguardado lançamento dos novos consoles de Sony (Playstation 5) e Microsoft (Xbox Series X), e um dos grandes paradigmas a ser quebrado pela nova geração em relação à passada é de serem considerados "consoles que sofrem para rodar games a 30 FPS".

Microsoft revela algumas das especificações oficiais do Xbox Series X, confira!

Porém, parece que essa afirmação se tornará algo do passado. Em entrevista ao site WCCFTech, Michal Szustak, atual CEO da Flying Wild Hog — estúdio responsável pelos games da franquia Shadow Warrior, falou um pouco sobre como sua equipe lidará com o desenvolvimento de seus futuros jogos para os consoles next-gen.

Segundo Szustak, graças aos avanços que o PS5 e Xbox Series X estão trazendo, principalmente ligados ao processador e chip gráficos utilizados por ambos os consoles (CPU baseada em Zen2 e GPU desenvolvida através da microarquitetura RDNA 2), será mais fácil desenvolver games que consigam manter uma taxa de frames na casa dos 60 FPS.

Então, para nós, como fazemos jogos de ação, estamos super felizes porque será muito mais fácil fornecer 60 quadros por segundo, obviamente. Eu sou um jogador old-school, então 60 FPS é importante para mim. Então, sim, estou super empolgado com isso.

Anunciados no ano passado, os futuros consoles de Sony e Microsoft prometem grandes avanços nessa questão de framerate, onde ambas as empresas dizem que seus videogames suportarão games em até 120 FPS, porém, ainda sem entrarem em detalhes em relação a qual nível de resolução e qualidade isso será possível (lembrando que PS5 e Xbox Series X terão suporte a resolução 8K).

- Continua após a publicidade -

Já sobre as possíveis dificuldades em criar jogos para os novos consoles, Szustak diz que, na verdade, espera que sua equipe tenha mais facilidade no desenvolvimento dos futuros games do estúdio em relação à geração passada.

Em termos de dificuldades em fazer os jogos, acho que a nova geração será muito mais acessível. Então, prevemos que teremos menos problemas para, na verdade, desenvolver jogos para o próximo que tivemos com a geração atual. Obviamente, a Unreal Engine 4 ajuda muito, mas temos pessoas muito experientes no estúdio, engenheiros e programadores, então estamos prontos para realmente fazer um jogo para a próxima geração.

Apesar do foco do estúdio estar na nova geração, Szustak garante que os futuros jogos da Flying Wild Hog (atualmente, a desenvolvedora vem trabalhando em dois novos projetos AAA para serem lançados no final desse ano) serão lançados também para os atuais consoles - Xbox One e Playstation 4.

- Continua após a publicidade -

Logo, ficaremos no aguardo dos primeiros games que serão lançados para Playstation 5 e Xbox Series X para sabermos se, enfim, os consoles perderão a rotulação de "videogames que rodam games a 30 FPS". Os futuros consoles de Sony e Microsoft tem previsão de lançamento para o final de 2020.

Fonte: WCCFTech
  • Redator: Pedro Henrique

    Pedro Henrique

    Formado em Informática e tecnólogo em Jogos Digitais, amante de games (principalmente os de corrida), curte uns hardwares e assim como Pink e o Cérebro, buscando o plano para dominar o mundo.

Você quer processadores da AMD com gráficos integrados

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.