Créditos: CD Projekt

GOG passa a oferecer até 30 dias para a pessoa solicitar o reembolso dos jogos

Além disso, não existem limitações ligadas ao tempo jogado para pedir o ressarcimento. Ação causou descontentamento das desenvolvedoras

A GOG, loja de games criada pelo grupo CD Projekt, já possuía sua fama entre os compradores por oferecer os jogos sem a proteção DRM (Digital Right Management), e para atrair mais usuários e agradar ainda mais aqueles que já possuí, resolveu no último dia 26 atualizar suas políticas de reembolso.

Agora, assim que você adquirir um game através da GOG, você poderá solicitar o reembolso desse jogo em até 30 dias após a sua compra. Além disso, na hora de pedir o ressarcimento de seu dinheiro, a loja não considerará o número de horas jogadas pelo jogador, assim caso tenha jogado o jogo por 2 horas ou 200 horas, você ainda terá direito ao reembolso.

Sempre acreditamos em uma abordagem de "jogadores em primeiro lugar" e, com esta atualização voluntária da nossa Política de reembolso, você pode obter um reembolso total até 30 dias após a compra de um produto, mesmo que tenha baixado, iniciado e jogado.

Entretanto, segundo a GOG, o reembolso não será dado de forma automática, onde cada solicitação estará sendo analisada de forma individual, assim prevenindo possíveis abusos das novas políticas. Caso o reembolso seja aprovado, o jogador irá receber o dinheiro de volta através do mesmo meio com que pagou o game ou por meio da carteira GOG.

Isso é um grande golpe sobre suas duas principais concorrentes nesse mercado, Steam e Epic Games Store, onde ambas as lojas atualmente oferecem reembolso sobre o jogo em até 14 dias após a sua compra, sendo que o jogador não tenha jogado o game por mais de 2 horas.

- Continua após a publicidade -

Novas politicas de reembolso da GOG não agradou os desenvolvedores

Após esse anúncio, alguns desenvolvedores, principalmente aqueles que criam games independentes, comentaram sobre essa nova ação da GOG e suas políticas de reembolso.

Como é relatado pelo site Eurogamer, muitos deles acabaram desaprovando as mudanças, mostrando preocupação em relação a extrema flexibilidade do novo sistema de reembolso e principalmente de como ela pode ser facilmente abusado.

Rami Ismail, um dos fundadores do estúdio independente Vlambeer, comentou que a nova política de reembolso pode permitir que os jogadores aproveitem ao máximo os games, e após isso, podem pedir seu dinheiro de volta por má-fé.

- Continua após a publicidade -

Bem, eu não sei sobre isso. 30 dias é muito mais do que considero necessário para avaliar um jogo, e muito mais do que quase todos os jogos levam para serem concluídos se você os jogar por uma hora diariamente. Uma versão jovem de mim definitivamente abusaria disso.

Mike Rose, atualmente responsável pela publicadora No More Robots, disse que a CD Projekt não avisou as desenvolvedoras com antecedência de que as políticas de reembolso passariam por mudanças tão drásticas.

Algo que direi sobre essa alteração na política de reembolso [...] é que a GOG não contou aos desenvolvedores antes de fazer isso. O que é uma merda, independentemente de você achar ou não uma boa ideia

Em resposta aos questionamentos, a GOG diz que "estará monitorando os efeitos da atualização para garantir que ninguém está usando essa política para prejudicar os desenvolvedores que colocam seu tempo e coração em fazer grandes jogos".

Via: The Enemy Fonte: GOG.com, Eurogamer
Tags
  • Redator: Pedro Henrique

    Pedro Henrique

    Formado em Informática e tecnólogo em Jogos Digitais, amante de games (principalmente os de corrida), curte uns hardwares e assim como Pink e o Cérebro, buscando o plano para dominar o mundo.

Com o GeForce Now e o xCloud surgindo como opções, qual seu plano a médio prazo?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.