Créditos: Sony

Tony Hawk recebeu US$ 4 milhões da Activision pelos três primeiros Pro Skater

Fenômeno de vendas resultou em um generoso cheque numa época em que games rendiam menos
Por João Gabriel Nogueira 17/02/2020 10:49 | atualizado 17/02/2020 10:49 Comentários Reportar erro

Uma entrevista de 2018 com a lenda do skate Tony Hawk "ressurgiu" na internet oferecendo um olhar aprofundado sobre a série de jogos de skate que foi um fenômeno mundial, mas que desapareceu. Tony Hawk's Pro Skater, o game criado em parceria do skatista com a produtora Activision e a desenvolvedora Neversoft rendeu milhões de dólares para Hawk. O esportista descreve na entrevista uma reunião com um dos executivos da Activision em 2002, depois que tínhamos três jogos lançados e eles estavam se preparando para o quarto game:

"Ele falou tipo 'isso é o que vai acontecer, vamos lançar um quarto jogo, e os últimos três ainda estão no top 10 de vendas'. Um deles ia para o modo Classics, que é quando eles vendem num preço menos, mas num volume bem maior. Então ele falou tipo 'as coisas estão bem maiores do que você jamais imaginou'.

"Ele falou tipo 'isso é o que vai acontecer, vamos lançar um quarto jogo, e os últimos três ainda estão no top 10 de vendas'. Um deles ia para o modo Classics, que é quando eles vendem num preço menos, mas num volume bem maior. Então ele falou tipo 'as coisas estão bem maiores do que você jamais imaginou'.

Então ele me passou um cheque de US$ 4 milhões. Eram meus royalties anuais. Eu pude perceber quando ele estava falando que ia ser algo grande. Eu tava tipo 'legal, posso acabar ganhando um milhão de dólares' e então ele apenas me passa aquele cheque."

Então ele me passou um cheque de US$ 4 milhões. Eram meus royalties anuais. Eu pude perceber quando ele estava falando que ia ser algo grande. Eu tava tipo 'legal, posso acabar ganhando um milhão de dólares' e então ele apenas me passa aquele cheque."

É interessante lembrar também que na época os jogos ainda não tinham se tornado a indústria bilionária que hoje são. É estimado ainda que no ano seguinte ele recebeu US$ 6 milhões pelos games, e doou parte para sua entidade beneficente para jovens.

Na mesma entrevista, Tony Hawk comenta também porque ele acha que não temos novos games da série Pro Skater, apesar dos pedidos constantes dos fãs. Ele menciona a competição com EA Skate e a dominação de jogos de tiro no mercado:

"Era complicado reinventar a roda toda vez. E assim que EA Skate saiu com um esquema de controles diferente, ele dividiu o mercado. E depois nós dois tivemos um bom momento, mas acho que na época as duas empresas estavam brigando por um pedaço menor da torta e é por isso que os jogos não estão saindo. O mercado se tornou tão diluído e se tornou apenas jogos de tiro, então foi isso, esse foi o monstro, e nenhum jogo de esportes vai ser realmente capaz de enfrentar isso."

"Era complicado reinventar a roda toda vez. E assim que EA Skate saiu com um esquema de controles diferente, ele dividiu o mercado. E depois nós dois tivemos um bom momento, mas acho que na época as duas empresas estavam brigando por um pedaço menor da torta e é por isso que os jogos não estão saindo. O mercado se tornou tão diluído e se tornou apenas jogos de tiro, então foi isso, esse foi o monstro, e nenhum jogo de esportes vai ser realmente capaz de enfrentar isso."

Fonte: TweakTown
  • Redator: João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

O que você prefere?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.