Créditos: Canal Star Wars

Novos jogos da Bioware se baseiam em pesquisas de mercado segundo ex-roteirista

Drew Karpyshyn trabalhou durante 15 anos no estúdio que tem sido criticado pelos games recentes
Por Vinícius Bressan 16/02/2020 14:57 | atualizado 16/02/2020 15:12 Comentários Reportar erro

Drew Karpyshyn, ex-roteirista do estúdio de games BioWarepostou um texto em seu blog pessoal, onde afirma que depois do crescimento do estúdio os times passaram a ser pressionados para criar jogos baseados em pesquisas de mercado. Karpyshyn, que foi o roteirista chefe de um dos games mais importantes da história da BioWare, Mass Effect, acompanhou muito desse processo de crescimento da empresa. O escritor entrou na desenvolvedora em 2000, quando ainda se tratava de um estúdio independente, saiu em 2012, quando a BioWare já tinha se tornado uma subsidiária da gigante Electronic Artsvoltou em 2015 e saiu novamente em 2018.

O foco do post escrito pelo Drew Karpyshyn não foi criticar sua antiga empregadora, e sim falar sobre sua nova posição como roteirista chefe no recém-fundado Archetype Entertainment. Apesar disso, o trecho em que Karpyshyn mencionou a BioWare chamou atenção para um aspecto que tem feito muita gente apontar que os jogos recentes do estúdio têm uma certa "falta de 'alma'" ou são uma "oportunidade perdida".

A tradução do trecho em que Karpyshyn cita a BioWare é a seguinte: "Atualmente faz vinte anos que eu estou na indústria de videogames. Quando eu comecei na BioWare, tudo era novo e excitante. Era um emprego dos sonhos — pessoas talentosas trabalhando juntas para criar jogos épicos como Baldur's Gate, KOTOR (Knights Of The Old Republic), Mass Effect e Dragon Age. Mas conforme nós crescemos e nos tornamos mais bem-sucedidos, as coisas mudaram. Nós nos tornamos mais corporativos. Nós tínhamos menos capacidade de fazer o que amávamos e os times eram pressionados a criar jogos baseados em pesquisas de marketing ao invés das nossas paixões e instintos criativos. Meu emprego dos sonhos se tornou só um emprego e eu perdi o entusiamo e animação que tive um dia".

Essa declaração publicada pelo Drew Karpyshyn; aliada com os relatos de um ambiente de trabalho muito ruim dentro do estúdio, que vieram a tona no ano passado; a saída nos últimos anos de muitos dos nomes mais importantes da desenvolvedora, entre os quais se inclui o próprio Karpyshyn; além das próprias críticas sobre os últimos games da BioWare, dá mais força para uma imagem de decadência do estúdio que ajudou a moldar a cara do gênero de RPG entre o final dos anos 90 e a primeira década dos anos 2000. No vídeo abaixo, você pode ver uma gameplay que a equipe do Adrenaline fez com o polêmico Anthem, game mais recente da BioWare.

 

 

Via: Tweak Town Fonte: Blog do Drew Karpyshin, Kotaku
Tags
  • Redator: Vinícius Bressan

    Vinícius Bressan

O que você prefere?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.