Créditos: Nvidia

Nvidia diz que motivo de remoção dos games da Blizzard do GeForce Now foi por mal entendido

Comunicado oficial da empresa revela que tudo aconteceu por causa de mal-entendido
Por Carlos Felipe Estrella 15/02/2020 22:27 | atualizado 16/02/2020 07:44 Comentários Reportar erro

A Nvidia revelou, através de um comunicado oficial, que um mal-entendido por parte da equipe da empresa tem parte da responsabilidade da saída dos jogos da Activision Blizzard do serviço de jogos em nuvem GeForce Now. Segundo um porta-voz da empresa responsável pelo serviço, as companhias não tinham chegado a um acordo sobre a permanência dos games por lá agora que o GeForce Now é pago.

"A Activision Blizzard tem sido uma parceira fantástica durante o beta do GeForce Now, no qual nós pensamos que estava incluso o período de teste grátis para os membros da nossa assinatura de fundadores. Reconhecendo esse mal-entendido, nós removemos os jogos do nosso serviço, com a esperança de que podemos trabalhar junto deles para reabilitá-los no futuro, junto de outros títulos".
Comunicado oficial da Nvidia

"A Activision Blizzard tem sido uma parceira fantástica durante o beta do GeForce Now, no qual nós pensamos que estava incluso o período de teste grátis para os membros da nossa assinatura de fundadores. Reconhecendo esse mal-entendido, nós removemos os jogos do nosso serviço, com a esperança de que podemos trabalhar junto deles para reabilitá-los no futuro, junto de outros títulos".
Comunicado oficial da Nvidia

De acordo com o site The Verge, porém, é possível que esse acordo nunca aconteça de fato. A Activision Blizzard estava atrás de negociar um novo acordo comercial antes da Nvidia oferecer os jogos da produtora. O problema é que os executivos da Nvidia deixaram bem claro que o modelo de negócios deles envolve a ausência total de acordos comerciais.

Fonte: Nvidia

- Continua após a publicidade -

A ideia do GeForce Now é que os jogadores possam comprar os seus jogos em plataformas que já existem no PC, incluindo: Steam, Epic Games Store, UPlay e Battle.net. O serviço de jogos em nuvem funcionaria exatamente como se fosse no computador doméstico do usuário, com a diferença de que ele poderia ser rodado em mais dispositivos diferentes e em qualquer lugar com uma conexão estável de internet.

Antes do lançamento da versão final do serviço, a Nvidia retirou os jogos de uma série de produtoras. Essa lista incluía Capcom, Konami, Rockstar e Square Enix. Os jogos da Activision Blizzard deveriam ter sido retirados no mesmo momento, só que isso acabou não acontecendo por causa do mal-entendido.

Vale lembrar que nada do que está acontecendo com o GeForce Now tem relação com o acordo que a Activision fez recentemente com a Google. Essa parceria tem relação com o YouTube e com o Google Cloud, e não com o streaming de jogos Stadia.

O GeForce Now ainda não está disponível no Brasil.

Via: The Verge
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

É melhor ter o xCloud capado no iOS ou ficar sem o serviço nos iPhones?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.