Créditos: Intel

Vazamento indica que Intel Core i7-10700K pode alcançar clock de até 5,30GHz [RUMOR]

O processador de décima geração deve ser equipado com 8 núcleos e 16 threads
Por Ana Luiza Pedroso 12/02/2020 09:21 | atualizado 12/02/2020 09:21 Comentários Reportar erro

A série de processadores para desktop de 10ª geração da Intel, Core Comet Lake-S, só deve chegar oficialmente em abril de 2020. Apesar disso, alguns vazamentos já estão indicando um pouco sobre o que podemos esperar dos novos processadores desktop da empresa. Recentemente, um novo relatório foi publicado indicando que o Core i7-10700K vai conseguir velocidade de clock padrão de 3,80 GHz, mas pode chegar a até 5,30GHz com Turbo Boost.

Na imagem acima é possível observar as configurações usadas nos testes do novo processador. Ao que tudo indica, a Intel está aproveitando o TDP ao máximo, para oferecer melhores taxas para o seu usuário. Os testes foram realizados pelo 3DMark.

O Core i7-10700K é equipado com oito núcleos e o HyperThreading permite até 16 threads. Além disso, ele também tem 16 MB de cache e L3 compartilhado. Isso indica que ele será muito semelhante com o processador topo de linha da Intel, o i9-9900K, só que agora pertencendo a família i7. Portanto, é esperado que ele tenha um excelente desempenho em games.

Segundo o PCGamesN, esse processador será cerca de 200 MHz mais rápido que o Core i9 9900K, e 200MHz mais lento que o Core i9 9900KS. Se o rumor se confirmar, a Intel pode ter produtos mais competitivos frente aos últimos lançamentos da linha Ryzen que trouxeram mais núcleos/threads. 

Provavelmente esse aumento de clock para até 5,30GHz se deve a tecnologia Thermal Velocity Boost, própria da Intel. Ainda não foram revelados maiores detalhes sobre os testes. Mais informações devem começar a aparecer em breve.

É esperado que o novo i7-10700K chegue ao mercado por valores abaixo dos US$ 400. Em conversão direta, considerando apenas a atual cotação do dólar, é cerca de R$ 1.700. Esse valor ainda é apenas uma especulação, baseada em chips semelhantes da Intel, mas ainda não confirmada.

Via: TechPowerUp
  • Redator: Ana Luiza Pedroso

    Ana Luiza Pedroso

Você investiria mais do que o preço padrão por uma edição especial de uma placa de vídeo? Quanto?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.