Créditos: Nvidia.com

Todos os rumores que estão circulando e o que esperar sobre a RTX 3080

Não existe nem a certeza do nome oficial da placa que vai substituir a RTX 2080, mas pela janela de lançamentos que a Nvidia vem praticando é possível especular muita coisa
Por Daniel Trefilio Carvalho 02/02/2020 21:14 | atualizado 02/02/2020 21:15 Comentários Reportar erro

As placas com arquitetura Turing estão para completar dois anos desde o lançamento oficial no mercado e, se a Nvidia for manter a consistência de seus ciclos de lançamento, é natural que cada vez mais se especule sobre a sucessora da RTX 2080. Nada foi confirmado sobre a suposta RTX 3080, nem mesmo o nome oficial, mas olhando para alguns anos no passado, em setembro de 2014 chegava ao mercado a GTX 980, a GTX 1080 foi lançada em maio de 2016, a RTX 2080 em agosto de 2018 e considerando que muito pouco foi dito até o momento, é possível especular que algum anúncio chegue nos próximos eventos para garantir um lançamento ainda em 2020. Com a proximidade da GPU Technology Conference, um dos rumores que vale mencionar é sobre a possibilidade do anúncio ou pelo menos menção ao novo lineup da linha GeForce. Nos últimos anos, entretanto, o foco da Nvidia no evento esteve direcionado quase que inteiramente a data centers e produtos com foco profissional, como carros autônomos e inteligência artificial, então caso as novas GPUs apareçam no evento será uma surpresa. É bem mais provável que as novas GeForce deem as caras na Computex ou E3, parecido com o que a AMD fez em 2019 com os primeiros anúncios das placas Navi.

Referente ao preço, se tomarmos por base a progressão de valores entre as linhas GTX 1080 e RTX 2080, não seria surpreendente haver um salto considerável novamente, mas se considerarmos as práticas de preço agressivas da AMD desde que o lado vermelho da força voltou a representar uma ameaça real para a Nvidia, isto somado aos rumores que a "Big Navi" supostamente teria um desempenho até 30% superior ao da RTX 2080 Ti, é bem provável que a Nvidia já anuncie a próxima geração com preços próximos aos da atual. Mesmo que uma medida dessas crie margem para uma canibalização interna de produtos da própria Nvidia, é mais fácil de contornar esse problema com redução dos preços das outras placas e manter a nova na atual faixa de valores topo de linha, similar com o que já foi feito com as RTX 2060 com a ameaça da RX 5600 XT.

Se a Nvidia conseguir adotar a microarquitetura em 7nm (...) é possível que a nova GPU tenha um incremento de desempenho de até 50% além do ganho em eficiência energética

No que tange as especificações da RTX 3080, lembrando que nem o nome não é oficial até o momento, o que existe é muita especulação vaga, mas alguns pontos são recorrentes: ela seria desenvolvida em microarquitetura de 7nm e teria o desempenho bem superior ao da RTX 2080. É óbvio que a nova placa teria um desempenho superior à sua antecessora, então é muito mais uma aposta segura do que especulação, mas a nova fabricação em 7nm é algo bem mais interessante. Um dos fatores que vem garantindo a AMD uma excelente competitividade em relação à Intel no mercado de CPUs é a capacidade de ter adotado amplamente a microarquitetura em 7nm, enquanto a Intel ainda está presa aos 14nm. Se a Nvidia conseguir adotar a nova microarquitetura para as próximas GPUs é bem provável que a disputa com a AMD continue sem que uma ou outra tenha margem para um salto muito grande, de um ou outro lado. Mais relevante ainda é o fato de, caso esse rumor se confirme, é possível que a nova GPU tenha um incremento de desempenho de até 50% além do ganho em eficiência energética. Isto aliado ao DLSS poderia finalmente garantir gráficos 4k pela primeira vez para o segmento intermediário.

- Continua após a publicidade -

Por fim, outro rumor interessante vem de algumas especificações que apareceram no Twitter de um usuário já conhecido por trazer vazamentos de hardware com certa credibilidade. Os vazamentos sugerem que o próximo carro-chefe da Nvidia poderia vir equipado com 20GB de VRAM. Apesar de a fonte do vazamento ser relativamente confiável, é mais seguro assumir que o próximo anúncio da Nvidia seja de fato voltado para o segmento profissional. Uma boa referência que pode corroborar com essa suspeita é a especificação da Quadro RTX 6000, com 24GB de VRAM GDDR6, mas com preço de US$ 4.000 (R$ 17.131) fazendo jus ao segmento. 

Pela robustez observada nesse vazamento é bem provável que seja esse o caso, ou até mesmo uma próxima GPU da linha Titan, mas dificilmente uma GPU para o mercado de consumo chegaria com essas especificações sem perder competitividade no valor.

Via: TechRadar
Tags
  • Redator: Daniel Trefilio Carvalho

    Daniel Trefilio Carvalho

    Formado em Letras pela Universidade Estadual de Campinas, professor, tradutor e revisor. Nas horas vagas, instalando impressora e formatando PCs desde os tempos que Alone In The Dark era um jogo bom e ocupava 4 disketes.

Com o GeForce Now e o xCloud surgindo como opções, qual seu plano a médio prazo?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.