Créditos: Microsoft

Windows 7 terá suporte de diversos antivírus pelo menos até o ano de 2022

Com exceção do TotalAV e da Sophos, a maioria dos fornecedores de antivírus garantirá suporte ao sistema operacional por mais dois anos

No último dia 14 de janeiro, a Microsoft decretou oficialmente o "fim" do Windows 7, encerrando por completo o seu suporte e assim, não recebendo mais atualizações de segurança. Porém, isso não impede que empresas ainda forneçam atualizações de seus softwares ao sistema operacional, visto principalmente que 1 em cada 4 computadores ainda utiliza o Windows 7 (dados do NetMarketShare).

Caso, por motivo maior, você ainda tenha que utilizar o Windows 7 em sua máquina, uma boa notícia vem diretamente das fornecedoras de antivírus: grande parte delas ainda fornecerá suporte ao sistema operacional até, no mínimo, o ano de 2022.

Conforme apurado pelo laboratório alemão especializado em testes de antivírus AV-TEST, que contatou diversas desenvolvedoras sobre a continuidade das atualizações de seus antivírus para o Windows 7, muitas delas garantiram mais dois anos de updates para seus usuários, com exceção do TotalAV, que dará suporte até 2021, e a Sophos, esse encerrando o suporte já no final desse ano.

Lista de antivírus que garantirão suporte ao Windows 7

  • AhnLab: Pelo menos mais dois anos (até 2022)
  • AVG/Avast: Pelo menos mais dois anos (até 2022)
  • Avira: Até novembro de 2022
  • Bitdefender: Pelo menos mais dois anos (até 2022)
  • BullGuard: Pelo menos mais dois anos (até 2022)
  • Carbon Black: Pelo menos mais dois anos (até 2022)
  • ESET: Pelo menos mais dois anos (até 2022)
  • FireEye: Pelo menos mais dois anos (até 2022)
  • F-Secure: Pelo menos até dezembro de 2021
  • G Data: Pelo menos mais dois anos (até 2022)
  • Ikarus: Pelo menos mais dois anos (até 2022)
  • Kaspersky: Pelo menos mais dois anos (até 2022)
  • K7 Computing: Pelo menos mais dois anos (até 2022)
  • McAfee: Pelo menos até dezembro de 2021
  • Microworld: Pelo menos mais dois anos (até 2022)
  • PC Matic: Pelo menos mais dois anos (até 2022)
  • Quickheal: Pelo menos mais dois anos (até 2022)
  • Seqrite: Pelo menos mais dois anos (até 2022)
  • Sophos: Local até dezembro de 2020 e gerenciado via nuvem até junho de 2021
  • Symantec/Norton LifeLock: Pelo menos mais dois anos (até 2022)
  • ThreatTrack/Vipre: Pelo menos mais dois anos (até 2022)
  • TotalAV: Pelo menos mais um ano (até 2021)
  • Trend Micro: Pelo menos mais dois anos (até 2022)

- Continua após a publicidade -

Mesmo não recebendo mais updates desde o dia 14 de janeiro, o Microsoft Security Essentials, antivírus gratuito da própria Microsoft para o Windows 7, receberá atualizações de definições de vírus até janeiro de 2023.

Já sobre os navegadores, a Google garante que o Chrome receberá atualizações de segurança no Windows 7 pelo menos até julho de 2021, enquanto o novo Edge, que utiliza como base o Chromium, terá um período de suporte similar, mas ainda sem uma confirmação por parte da Microsoft.

Apesar dessa boa notícia, a recomendação ainda é de atualizar Windows 7 para uma versão mais atual do sistema operacional (Windows 8, 8.1 ou 10), ou até mesmo migrar para o "lado pinguim da força", como a Canonical, empresa responsável pelo Ubuntu, vem convidando os usuários do Windows 7 para atualizarem seus sistemas para o Linux.

Caso tenha interesse de migrar diretamente para o Windows 10, produzimos um vídeo no Mundo Conectado ensinando a fazer o upgrade sem precisar de uma nova licença!

Via: Mundo Conectado Fonte: PC Gamer, ZDNet
  • Redator: Pedro Henrique

    Pedro Henrique

    Formado em Informática e tecnólogo em Jogos Digitais, amante de games (principalmente os de corrida), curte uns hardwares e assim como Pink e o Cérebro, buscando o plano para dominar o mundo.

Com o GeForce Now e o xCloud surgindo como opções, qual seu plano a médio prazo?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.