Créditos: Nintendo

Serviço Pokémon Home terá plano gratuito e pago, chegando a custar até US$ 16

Novidade permite migrar os monstrinhos de bolso entre os jogos mais recentes da franquia

A Nintendo revelou hoje (28) como vai funcionar o serviço Pokémon Home, que permitirá migrar monstrinhos de bolso entre os jogos mais recentes da franquia, incluindo Let’s Go Pikachu/Eevee, Sword/Shield e, futuramente Pokémon Go. A ferramenta poderá ser utilizada de maneira gratuita, mas com limitações, e terá planos premium que custam até US$ 16, segundo explica o site da empresa.

O Pokémon Home pode ser utilizado gratuitamente para depositar até 30 pokémons, mas existem diversas limitações para influenciar os jogadores mais assíduos a pularem para uma opção paga. Para começar, os pokémons presentes no Pokémon Bank, usado nos portáteis anteriores da Nintendo, só podem ser transferidos para o novo serviço por meio dos planos premium.

O sistema também contará com recursos como Wonder Box e Global Trade System (GTS), que permitem transferir monstrinhos com pessoas em todo o mundo. Além disso, a ferramenta também possui funções mais específicas, como o Friend Trade, para fazer transferências entre amigos, e o Room Trade, que cria uma sala para até 20 pessoas para troca de pokémons.


(Imagem: Polygon/Reprodução)

Em sua versão gratuita, o aplicativo também conta com opções limitadas para trocas. O sistema Wonder Box só pode receber três pokémons por vez, enquanto o número de monstrinhos que pode ser colocado no Global Trade System (GTS) é apenas um. Os usuários da opção gratuita também podem utilizar a função Room Trade, mas apenas como participantes.

Quem quiser desembolsar uma grana para usar o serviço já terá mais opções: além de poder transferir monstrinhos do Pokémon Bank, os pagantes também tem espaço para guardar até 6 mil pokémons. Além disso, também é possível colocar 10 bichinhos por vez no Wonder Box e até três no GTS, além de ter recursos extras no Room Trade, como ser host da sala. O Pokémon Home poderá ser assinado por US$ 2,99 mensais, três meses por US$ 4,99 ou então anualmente por US$ 15,99.

- Continua após a publicidade -


(Imagem: Nintendo/Divulgação)

O Pokémon Home pode ser utilizado via aplicativo móvel e consegue se conectar com o Nintendo Switch para fazer transferências entre os produtos da franquia mais recentes. O serviço será lançado em fevereiro e permitirá trocar livremente pokémons entre os "títulos irmãos", como Let’s Go, Pikachu e Let’s Go, Eevee. Além disso, os monstrinhos podem ser levados para Sword/Shield, mas sem a possibilidade de retorná-los para jogos anteriores da série.

O infográfico acima mostra o funcionamento do serviço de maneira ilustrada. O suporte para o jogo mobile Pokémon Go também já está confirmado, mas não estará disponível no lançamento e chegará “em breve’, de acordo com a Nintendo.

Fonte: Polygon
Tags
  • Redator: Mateus Mognon

    Mateus Mognon

    Mateus Mognon é formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Vencedor do prêmio SET Universitário na Categoria Reportagem Digital, atua nos sites do grupo Adrenaline desde 2014. Atualmente, colabora para os veículos com notícias, análises e artigos envolvendo tecnologia e games.

Qual vai ser o melhor game de outubro de 2020?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.