Créditos: PC Builder's Club

Intel deve trazer PCIe 4.0 em placas-mãe Z490, mas sem suporte para CPUs Comet Lake-S [Rumor]

Empresa estaria enfrentando problemas na implementação e pode até lançar novidade só na próxima geração de processadores
Por Mateus Mognon 22/01/2020 12:00 | atualizado 23/01/2020 08:47 Comentários Reportar erro

Enquanto a AMD já trabalha com o PCIe 4.0, a Intel finalmente pode começar a implementar a novidade em seus hardwares da família Comet Lake-S, mas não de uma maneira esperada pelos consumidores. De acordo com o Tom's Hardware, a companhia pretende usar o novo padrão nas placas-mãe com socket LGA 1200 que chegarão ao mercado com as CPUs de décima geração para desktops, mas os processadores não serão compatíveis com a tecnologia e funcionarão com o PCIe 3.0 no lançamento.

De acordo com relatos coletados pelo site durante a CES 2020, a Intel teria planos de trazer o PCIe 4.0 nas placas-mãe equipadas com o chipset Z490, mas estaria enfrentando problemas de sinal e incompatibilidades com os processadores da série Comet Lake-S. Com isso, o novo padrão deve estar presente em certos produtos que chegarão com as novas CPUs, mas a empresa vai desabilitar a tecnologia porque os chips não devem conseguir tirar proveito da novidade de maneira apropriada quando chegarem ao mercado.


Socket LGA 1200. (Fonte: Tom's Hardware/Reprodução)

Enquanto a implementação da tecnologia nos Comet Lake-S gera incertezas, outro motivo para a empresa manter o PCIe 4.0 em algumas das placas-mãe que vão chegar em breve ao mercado seria a presença do socket LGA 1200, que também deve ser compatível com os futuros processadores da família Rocket Lake. Segundo o Tom's Hardware, certas fabricantes têm esperança de que a Intel vai conseguir alcançar as especificações do PCIe 4.0 e entregar uma experiência de qualidade com o novo padrão até o lançamento da próxima geração de CPUs. 

Por outro lado, algumas empresas parceiras da Intel estariam planejando desabilitar o PCIe 4.0 na geração atual de produtos da fabricante de semicondutores por causa dos supostos planos da empresa de reduzir preços para garantir uma competição mais acirrada com a AMD. Um detalhe importante, porém, é que a concorrente já domina a tecnologia, que está presente em soluções da companhia em mercados como HEDT e de servidores.

Até o momento, a Intel não comentou oficialmente sobre o assunto.

Via: Guru 3D, Tom's Hardware
  • Redator: Mateus Mognon

    Mateus Mognon

    Mateus Mognon é formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Vencedor do prêmio SET Universitário na Categoria Reportagem Digital, atua nos sites do grupo Adrenaline desde 2014. Atualmente, colabora para os veículos com notícias, análises e artigos envolvendo tecnologia e games.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.