CBLoL vai aderir ao sistema de franquia e novo modelo inicia em 2021

Novo formato do campeonato deve dar mais estabilidade às organizações
Por Mariela Cancelier 21/01/2020 17:18 | atualizado 21/01/2020 17:20 Comentários Reportar erro

A Riot Games Brasil anunciou hoje várias novidades e mudanças no cenário competitivo do jogo, dentre elas a adesão ao sistema de franquia no CBLoL. A decisão foi feita depois de analisar outras regiões com o mesmo esquema, chegando a conclusão de que "é viável implantar o modelo de franquias no cenário competitivo brasileiro de League of Legends", segundo a Riot. A empresa revelou seus planos para o campeonato durante uma conferência de imprensa e disse que mais detalhes serão explicados em breve.

Regiões como América do Norte, Europa e China já realizam seus campeonatos com esse sistema nas ligas de Esports, no qual os times tornam-se parceiros formais e permanentes dos torneios. Em outras palavras, os times fazem uma aplicação para comprar suas vagas na competição. Caso o pedido seja aceito, a equipe torna-se imune ao rebaixamento. Esse modelo faz com que os times atuem com mais estabilidade no cenário competitivo, o que deve atrais mais investimento, parceiros e patrocínios.

As instruções da Riot Games Brasil indicam que o processo de inscrição e análise de organizações para o CBLoL vai começar ainda em 2020 com o objetivo de implementar o novo modelo em 2021. Ainda não sabemos se as inscrições serão abertas no primeiro ou segundo slipt (rodada) do CBLoL. 

A empresa também anunciou a continuidade e novas parcerias para este ano. Empresas não endêmicas como Mastercard, Gillette e Red Bull estão entre os patrocinadores. A Dell Gaming também vai continuar com seu patrocínio ao CBLoL em 2020. Outra novidade é que a Riot Games vai organizar um torneio piloto de TFT (Team Fight Tatics) no Brasil em 2020

O Campeonato Brasileiro de League of Legends começa neste final de semana, no dia 25 de janeiro a partir das 13h. Os jogos podem ser assistidos pelos canais do CBLoL no YouTube e na Twitch, além de contar com a transmissão pelo SporTV 2.

 

  • Redator: Mariela Cancelier

    Mariela Cancelier

    Jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), fui estagiária do Adrenaline/Mundo Conectado entre 2015 e 2017. Gosto de jogos de luta (o que marcou minha infância foi Tekken 4) e MOBAs. Atualmente sou colaboradora de ambos sites e apareço de vez em quando em alguns vídeos e reviews dos canais.

Você investiria mais do que o preço padrão por uma edição especial de uma placa de vídeo? Quanto?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.