Créditos: Microsoft/ Reprodução

Microsoft reforça que próximos lançamentos não serão restritos ao Xbox Series X

Segundo Matt Booty, o objetivo se mantém em lançar jogos para toda a família Xbox
Por Gabriel Tagarro 10/01/2020 15:14 | atualizado 10/01/2020 15:33 Comentários Reportar erro

A Microsoft tem reiterado constantemente que irá romper o conceito de nova geração ao reforçar a criação de um ecossistema Xbox, onde todos os consoles continuarão a receber suporte e futuros lançamentos. Em recente entrevista, Matt Booty, chefe do Xbox Game Studios, falou um pouco sobre essa estratégia, inclusive quando o Series X poderá receber games exclusivos – algo que não deve ocorrer num primeiro momento. 

Em conversa com o site MCV UK, o executivo explicou como a empresa deseja abranger todos que possuem um Xbox, seja o One, ou Series X, sem separar as plataformas. “Quando nosso conteúdo for lançado no próximo ano, daqui a dois anos... todos os nossos jogos, como acontece no PC, estarão nessa família de dispositivos”, afirmou Booty. "Queremos garantir que, se alguém investe no Xbox, seja agora ou no Series X, que sinta que fez um bom investimento e que estamos comprometidos com o conteúdo", complementou.

Ele destacou que o Series X não terá seu poder restringido por conta dos seus antecessores. Ele citou como exemplo Halo Infinite, que chegará junto com o novo console no fim de 2020. 

"Nossa abordagem envolve escolher uma ou duas franquias nas quais focaremos e garantir que elas estejam lá no lançamento do console, aproveitando todos os recursos oferecidos. E para nós será Halo Infinite, que é uma grande oportunidade”, ressaltou. Segundo ele, a equipe de desenvolvedores “fará coisas” para tirar proveito do poder do Series X.

- Continua após a publicidade -

Questionado sobre a disputa por mercado com a Sony e seus jogos exclusivos, Booty destacou que a Microsoft e seus estúdios estão focados em dar o máximo para entregar o melhor. “Precisamos garantir uma alta qualidade e lançar jogos que nos orgulhem e que os fãs possam se orgulhar como exclusivos do Xbox”, afirmou. “Precisamos continuar criando personagens, histórias e mundos que possam transcender gerações, dispositivos e plataformas”, ressaltou.

Fonte: MCV
  • Redator: Gabriel Tagarro

    Gabriel Tagarro

    Formado em jornalismo pela Universidade Castelo Branco, é apaixonado por games desde 1994, quando ganhou um Master System. Joga de tudo um pouco, seja no PC ou no console. Ama tecnologia e escreve com prazer sobre tudo que a envolve.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.