Créditos: AMD

AMD “remarca” a tecnologia FreeSync em três categorias

FreeSync, FreeSync Premium e FreeSync Premium Pro ajudarão a diferenciar os monitores
Por Gabriel Tagarro 07/01/2020 13:34 | atualizado 07/01/2020 16:17 Comentários Reportar erro

Além de ter revelado uma série de novidades como a Radeon RX 5600 XT e o Threadripper 3900X durante CES 2020, a AMD anunciou uma nova categorização da tecnologia FreeSync para ajudar os jogadores a diferenciarem as tecnologias e melhor assegurar os níveis de performance dos monitores.

Agora, teremos três nomenclaturas: FreeSync, FreeSync Premium e FreeSync Premium Pro. A primeira é a tecnologia padrão, que impede (ou reduz) a ocorrência de stuttering e tearing nos jogos, além de trazer baixa latência e menos flicker.

O FreeSync Premium, por sua vez, pode ser considerado intermediário. Com ele, o usuário saberá que está utilizando um monitor com uma taxa de atualização de pelo menos 120 Hz (no mínimo com resolução Full HD) com a tecnologia low frame rate compensation (LFC) integrada. O LFC busca manter a suavidade na jogabilidade mesmo quando o game está sendo executado com taxas de quadros abaixo do mínimo suportado pela tela.

Segundo a AMD, aproximadamente 300 monitores já se qualificam para receberem o selo FreeSync Premium.

- Continua após a publicidade -

Já o FreeSync Premium Pro é uma renomeação da tecnologia Freesync 2 HDR. Ela traz tudo que é oferecido pelas categorias anteriores (FreeSync e FreeSync Premium) com a garantia de que o monitor também possui suporte ao HDR.

Segundo a AMD, a implementação do HDR no FreeSync Premium Pro pula etapas intermediárias volumosas e ajuda a reduzir a latência. 

Vale lembrar que, desde o início do ano passado, a Nvidia passou a dar suporte aos padrões abertos FreeSync e VESA Adaptive Sync.

Devido às eventuais dúvidas que podem surgir, a AMD disponibilizou um FAQ, com as principais perguntas e respostas, além de demais esclarecimentos sobre a nova categorização.

- Continua após a publicidade -

A tecnologia FreeSync já existe há aproximadamente seis anos. Segundo a AMD, até janeiro de 2020 mais de 1.000 monitores e 50 TVs ao redor do mundo já receberam a certificação.

 

Via: TechRadar Fonte: AMD
Assuntos
Tags
amd
  • Redator: Gabriel Tagarro

    Gabriel Tagarro

    Formado em jornalismo pela Universidade Castelo Branco, é apaixonado por games desde 1994, quando ganhou um Master System. Joga de tudo um pouco, seja no PC ou no console. Ama tecnologia e escreve com prazer sobre tudo que a envolve.

Quem estava pior no primeiro vídeo?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.