Créditos: Polygon/ Reprodução

Phil Spencer, chefe da divisão Xbox, já tem um Project Scarlett em casa

Segundo o executivo, 2020 será “um ano incrível”

A nova geração se aproxima, mas ainda pouco sabemos sobre os próximos consoles. A Microsoft, uma das principais coadjuvantes nesta história, anda muito quieta com relação ao substituto do Xbox One. Mas as coisas parecem estar bem adiantadas, afinal de contas, Phil Spencer, chefe da divisão Xbox, já levou um Project Scarlett para casa. 

"E começou...esta semana trouxe o meu Project Scarlett para casa, e ele já se tornou meu console principal. Estou jogando os meus jogos, me conectando com a comunidade e, sim, usando meu controle Elite Series 2. Aproveitando demais. Grande trabalho da equipe, 2020 será um ano incrível". Phil Spencer, chefe da divisão Xbox, no Twitter

"E começou...esta semana trouxe o meu Project Scarlett para casa, e ele já se tornou meu console principal. Estou jogando os meus jogos, me conectando com a comunidade e, sim, usando meu controle Elite Series 2. Aproveitando demais. Grande trabalho da equipe, 2020 será um ano incrível". Phil Spencer, chefe da divisão Xbox, no Twitter

A declaração de Spencer na rede social confirma (e também reforça) algumas informações que já circulavam. A primeira delas envolve a retrocompatibilidade, um dos principais trunfos da Microsoft com relação ao Xbox One. Em uma recente entrevista, Matt Booty, chefe do Microsoft Studios, já havia falado sobre o desejo de trazer todos os títulos jogáveis do Xbox One, do Xbox 360 e do Xbox original para o Project Scarlett.

O segundo detalhe envolve a compatibilidade dos controles do Xbox One com seu substituto. Durante a E3 2019, a Microsoft anunciou que o Scarlett teria compatibilidade total com os acessórios do One – informação também confirmada por James Shields, gerente de produtos e marketing do Xbox.

- Continua após a publicidade -

Conforme também já noticiamos no Adrenaline, a dona do Windows pode estar limitando a distribuição do dev kit do próximo Xbox para surpreender a Sony. Ontem, o jornalista Jason Schreier, do Kotaku, disse que alguns desenvolvedores estariam reclamando sobre a falta de comunicação da Microsoft. Segundo ele, os kits de desenvolvimento do Scarlett seriam ainda bem escassos. Apesar disso, a maioria dos devs que estão trabalhando em jogos da próxima geração já têm uma ideia aproximada das especificações do console final.

Por aqui, seguiremos atentos à movimentação das empresas. A próxima geração promete ser quente.

Via: Polygon Fonte: Twitter
  • Redator: Gabriel Tagarro

    Gabriel Tagarro

    Formado em jornalismo pela Universidade Castelo Branco, é apaixonado por games desde 1994, quando ganhou um Master System. Joga de tudo um pouco, seja no PC ou no console. Ama tecnologia e escreve com prazer sobre tudo que a envolve.

Qual vai ser o melhor game de setembro de 2020?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.