Créditos: Rockstar Games

Take-Two explica por que GTA nunca virou filme

Strauss Zelnick, CEO da empresa, acredita que seria muito arriscado

A Take-Two, dona da Rockstar Games e também da 2K Games, explicou por que Grand Theft Auto não virou filme e nem série de televisão ainda, dando a entender que isso nunca vai acontecer. A afirmação foi feita por Strauss Zelnick, CEO da Take-Two Interactive, em entrevista ao portal TheWrap.

“Parte disso é que, se fizéssemos algo assim, gostaríamos de ter controle criativo completo para garantir que expressaríamos [GTA] da nossa maneira - e isso significaria que precisaríamos financiar esse filme.”
Strauss Zelnick, CEO da Take-Two Interactive

“Parte disso é que, se fizéssemos algo assim, gostaríamos de ter controle criativo completo para garantir que expressaríamos [GTA] da nossa maneira - e isso significaria que precisaríamos financiar esse filme.”
Strauss Zelnick, CEO da Take-Two Interactive

Ele explicou que o dinheiro não é exatamente o problema, mas o fato de que a Take-Two ficaria responsável por fazer a adaptação e que não tem experiência corporativa na indústria cinematográfica, o que certamente seria um problema. O CEO comenta ainda que ele foi um dos poucos da empresa a trabalhar com cinema e que fazer filmes não é o ganha pão da companhia, sendo necessária a contratação de um pessoal terceirizado especializado, algo que não o agrada.

Netflix não planeja se tornar
uma plataforma de streaming de jogos

Zelnick demonstra insegurança em dar o produto criativo de uma franquia aclamada nos videogames nas mãos de uma outra empresa, segundo ele, seria arriscado demais colocar essa propriedade intelectual nas mãos de outros profissionais, por mais talentosos que fossem.

- Continua após a publicidade -

O site TheWrap cita então que George R. R. Martin permitiu que a HBO fizesse uma série de seus livros, o que resultou em um sucesso absoluto do ponto de vista financeiro, Game of Thrones se tornou uma série aclamada. Para isso, Zelnick comenta que "os livros de George Martin não são valem o que Grand Theft Auto vale, desculpe-me".

As declarações de Zelnick sobre a preocupação em produzir algo que não é expertise da empresa é algo que notamos na recente declaração de Reed Hastings, CEO da Netflix, sobre a possibilidade de entrar no mercado de streaming de games. Segundo o CEO, a empresa não tem tradição na área e seguirá onde experiência, aprimorando suas produções cinematográficas.

Via: IGN Fonte: TheWrap
  • Redator: Neri Neto

    Neri Neto

    O universo geek faz parte do dia a dia, da vida, deste jornalista. Formado pela Universidade Federal de Santa Catarina, Neri Neto é responsável por conteúdos diversos no Adrenaline. Ele adora tecnologia, cinema, games e descobriu ainda na infância que a linguagem dos vídeos seria perfeita para falar de tudo que ama. Neri também fala bastante em terceira pessoa, gosta de descontrair e está sempre nas redes sociais.

Qual os planos para hardware esse ano?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.