Créditos: reddit | u/meg5493

Remake de Resident Evil 3 estaria em desenvolvimento, com lançamento sugerido para 2020

Sequência tão esperada do concorrente a GOTY pode chegar até o final do ano que vem
Por Daniel Trefilio Carvalho 22/11/2019 10:08 | atualizado 22/11/2019 10:27 Comentários Reportar erro

Antes mesmo de Resident Evil 2 ter seu remake lançado, um dos maiores clamores da comunidade de fãs da franquia era pelo remake de seu sucessor direto, Resident Evil 3, e não RE:Code Verônica, e ao que tudo indica, isso não apenas já está sendo feito, como pode estar mais próximo do lançamento do que o esperado, ainda em 2020.

O YouTuber SpawnWave divulgou essas informações em seu canal nesta última quinta-feira, 21 de novembro, e o site Eurogamer consultou fontes próximas da equipe de desenvolvimento que confirmaram a informação do projeto existir e já estar em andamento há algum tempo. A ausência de uma campanha de divulgação se justifica, já que os holofotes da empresa estão atualmente em Project REsistance, spin-off multiplayer de sobrevivência da franquia, e um anúncio oficial do remake de RE3 poderia ofuscar ou até mesmo canibalizar esse projeto.

Originalmente RE2 acontecia inteiramente dentro da delegacia de Raccoon City, exceto pela abertura do jogo, e essa mudança no seu remake pode ser um dos principais responsáveis por já termos um projeto da sequência tão próximo do lançamento sem sequer um anúncio oficial. A parte da cidade, onde ocorrem os eventos de RE3 já foi desenha e explorada parcialmente no lançamento de 2019, muitas texturas e modelos já estão prontos, então o remake da sequência é uma expansão do que já vinha sendo desenvolvido pela Capcom, e inclusive garantiu um retorno da desenvolvedora aos indicados a jogo do ano pelo The Game Awards. 

Ainda sem data oficial para lançamento, é possível especular que ao menos o anúncio oficial poderia vir na E3 2020, talvez até como uma estratégia para trazer ao menos parte do público para o Project REsistance, tornando o título como um lançamento de transição para manter a comunidade engajada no universo tão bem estabelecido em 1996 que redefiniu os jogos de horror e, apesar de alguns engasgos ao longo dos anos, continua viva até hoje.

- Continua após a publicidade -

 

 

Fonte: Eurogamer
Assuntos
  • Redator: Daniel Trefilio Carvalho

    Daniel Trefilio Carvalho

    Formado em Letras pela Universidade Estadual de Campinas, professor, tradutor e revisor. Nas horas vagas, instalando impressora e formatando PCs desde os tempos que Alone In The Dark era um jogo bom e ocupava 4 disketes.

Pra você, quem merece o GOTY?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.