Créditos: TechPowerUp

GIGABYTE lança memórias AORUS RGB com perfil exclusivo para suas placas-mãe

Novo Memory Boost faz com que memórias operem com perfís acima do XMP
Por Daniel Trefilio Carvalho 01/11/2019 16:52 | atualizado 11/11/2019 15:02 Comentários Reportar erro

GIGABYTE expandiu sua linha de memória AORUS RGB DDR4 com dois novos kits que introduzem um aprimoramento de desempenho proprietário apelidado de AORUS Memory Boost. Exclusivo para as placas-mãe da marca AORUS da GIGABYTE (listadas abaixo) e exigindo uma atualização da BIOS para ser utilizado, o AORUS Memory Boost é uma funcionalidade na qual a memória opera em uma combinação de frequência e tempos de resposta em um patamar superior ao estabelecido pelo perfil Intel XMP. Por exemplo, os kits de memória que já estão trazendo o recurso apresentam um perfil XMP 2.0 para DDR4-3600. Ativando a nova funcionalidade o kit passa a operar como o equivalente a um perfil DDR4-3733, em essência, tornando-se um perfil de memória adicional que é exclusivo para placas-mãe GIGABYTE, e apenas para os modelos (K) desbloqueados para overclock nos processadores da Intel.

Gigabyte lança placa-mãe Aorus Master com chipset X570 da AMD

Os kits de memória que estão sendo lançados hoje são GP-AR36C18S8K2HU416R e GP-AR36C18S8K2HU416RD. O primeiro é conjunto de 2x 8 GB (16 GB) dual-channel, enquanto o segundo é um 2x 8 GB (16 GB) com dois módulos falsos. Estes módulos falsos preenchem os slots DIMM vagos e possuem iluminação RGB, acendendo como os módulos reais para manter o projeto de iluminação e manter a estética do gabinete sem ter que gastar em dois módulos reais adicionais. Na configuração padrão, os módulos de memória (reais) desses kits operam em perfil DDR4-2667 com  latências de 19-19-19-43 em processadores Intel e 20-19-19-43 em CPUs AMD. O perfil DDR4-3600 XMP tem latências de 18-19-19-39. A GIGABYTE não mencionou como AORUS Memory Boost afeta diretamente os tempos e desempenho reais. Também na configuração padrão, a tensão dos módulos é de 1,2 V, e o perfil XMP opera em até 1,35 V. Por possuírem apenas função estética, os módulos falsos funcionam com qualquer tensão especificada na BIOS ou através da interface do software GIGABYTE RGB Fusion. A empresa não revelou os preços.

- Continua após a publicidade -

ATUALIZADO: Junto com as melhorias de performance, a nova memória Aorus RGB traz melhorias de iluminação. Enquanto a geração 1 trazia apenas 5 LEDs posicionados atrás dos difusores de luz, as memórias da geração 2 vêm com 12 LEDs independentes "para uma iluminação mais fluida e robusta", e, além de carregar os perfis de iluminação do modelo anterior, adiciona o "novo perfil arco-íris Wave2," que pode ser sincronizado com outros dispositivos controlados pelo software Gigabyte RGB Fusion.

 

 

Via: TechPowerUp Fonte: TechPowerUp
Tags
  • Redator: Daniel Trefilio Carvalho

    Daniel Trefilio Carvalho

    Formado em Letras pela Universidade Estadual de Campinas, professor, tradutor e revisor. Nas horas vagas, instalando impressora e formatando PCs desde os tempos que Alone In The Dark era um jogo bom e ocupava 4 disketes.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.