McAfee investe em soluções de segurança móveis

A McAfee anunciou novidades nas suas soluções de proteção para dispositivos portÁteis, resultado das recentes aquisições da Trust Digital e da WaveSecure, além de um investimento de US$324,4 milhões em pesquisa e desenvolvimento para seu portfólio completo.

Em complemento à sua experiência no setor de segurança, a McAfee adicionou recursos de ambas as empresas recém-adquiridas para incrementar suas soluções, incluindo a proteção aos dispositivos móveis.



Entre as novidades em aplicativos para portÁteis, as novas soluções voltadas para os usuÁrios domésticos contarão com a tecnologia WaveSecure, que permite bloquear o aparelho no caso de perda e exibe uma mensagem permanente na tela que explica como ele pode ser devolvido ao proprietÁrio.

Essa aplicação, oferecida como serviço, também traz recursos como backup e restauração automÁtica de todos os dados armazenados no telefone, inclusive mensagens de texto e lista de contatos. A McAfee planeja ampliar o suporte a outros idiomas e uni-lo aos recursos na nuvem e de proteção de terminais jÁ oferecidos pela empresa.

Outros recursos irão oferecer proteção e controle remoto do telefone, com funções de bloqueio e exclusão de todos os dados pessoais na memória do aparelho. Quando conectado a uma rede sem fio aberta, ainda serÁ capaz de informar a localização do telefone ao contato de emergência do usuÁrio.

Para os usuÁrios corporativos, a McAfee disponibiliza o McAfee Enterprise Mobility Management, que ganhou sua versão 9.0 durante o Focus'10, realizado na semana passada em Las Vegas, nos Estados Unidos. O evento ainda apresentou uma estratégia de proteção integrada da companhia, que busca atender a todos os dispositivos, desde os computadores de mesa até portÁteis como laptops e smartphones.

Atualmente, a McAfee garante suporte a plataformas móveis com os sistemas operacionais Android, Blackberry, Symbian, Windows Mobile, iOS e telefones com recursos em Java.

Assuntos
Tags
  • Redator: Risa Lemos Stoider

    Risa Lemos Stoider

    Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e gamemaníaca desde os 4 anos de idade. Já experimentou consoles de várias gerações e atualmente mantém uma ainda modesta coleção. Aliando a prática jornalística com a paixão pela tecnologia e os games, colabora com a Adrenaline publicando notícias e artigos.

É melhor ter o xCloud capado no iOS ou ficar sem o serviço nos iPhones?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.