Créditos: The Verge

Empresa chinesa começa fabricação em massa das primeiras memórias DRAM criadas no país

País dá mais um passo rumo à produção independente em todos os segmentos de sua indústria
Por João Gabriel Nogueira 28/09/2019 09:26 | atualizado 28/09/2019 09:26 Comentários Reportar erro

A companhia chinesa ChangXin Memory Technology anunciou na última semana que começou a produção em massa de seus módulos DRAM na China. Os componentes fabricados pela empresa são os primeiros módulos de memória completamente desenvolvidos localmente e representam mais um passo do país em direção à sua independência industrial em quase todos os segmentos.

A ChangXin é uma startup fundada originalmente em 2016 em Hefei, com financiamento do governo. O investimento feito para a criação dos primeiros módulos DRAM completamente produzidos na China foi de, aproximadamente, US$ 21,1 bilhões. Os valores foram destinados, além de pesquisa e desenvolvimento, à construção de fábricas também, segundo o CEO da empresa, Zhu Yiming. 

A expectativa da empresa é de uma capacidade de produção de 120.000 wafers por mês nas fases iniciais, e pretende estar entregando os produtos até o final deste ano. Em especificações mais técnicas, os circuitos serão fabricados com tamanhos entre 10nm e 19nm, enquanto o chip DRAM em si tem 18nm. Para referência, módulos de memória atualmente ficam entre 12nm e 16nm.

Claro que a produção doméstica de módulos DRAM são boas notícias para a China, num momento em que o país tem enfrentado pressão econômica dos EUA. Restrições recentes do governo atual do Tio Sam têm limitado os acordos que companhias norte-americanas e chinesas podem estabelecer, o que afeta a capacidade produtiva das empresas da China. Um dos exemplos mais emblemáticos foi a Huawei, que está entre as principais fabricantes de smartphones do mundo e está em perigo de não poder usar mais Android em seus dispositivos. A própria ChangXin usava tecnologia norte-americana na produção de suas memórias, antes do anúncio dessa semana.

Fonte: The Node
Assuntos
Tags
  • Redator: João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.