Microsoft: PCs 'doentes' não devem conectar à internet

O membro-sênior da equipe de desenvolvimento da Microsoft, Scott Charney, afirmou através de um artigo que computadores "doentes" deviam ser bloqueados da internet. Assim, um computador invectado por um vírus deveria ter sua conexão à internet automaticamente cortada. Segundo Scott, esta estratégia funcionaria, por ser semelhante a utilizada para combater doenças em seres humanos. "No mundo físico, organizações de saúde internacionais, nacionais e locais identificam, rastream e controlam a disseminação de doenças o que inclui, se necessÁrio, quarentenas de alguns indivíduos para evitar a infecção de mais pessoas", exemplificou.

 

O vice-presidente de computação confiÁvel da Microsoft foi mais brando ao relatar as restrições à conexão feitas aos computadores "doentes". "Assim como os celulares conseguem realizar ligações de emergência mesmo quando estão bloqueados por senha, os computadores infectados devem ser capazes de realizar algumas operações", explica.

- Continua após a publicidade -

A ideia foi recebida com um tom irônico pelo consultor de segurança Graham Cluley. "A Microsoft não tem um passado limpo em questões de segurança. Melhorou ao longo dos anos, mas todo mês temos o lançamento de um novo pacote de updates. Alguns talvez perguntariam se a Microsoft não deveria limpar 'a própria casa' antes de entrar na internet."

Assuntos
Tags
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

Escolha sua arma:

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.