Novos vazamentos indicam processadores Intel Comet Lake-S apenas em 2020

Mais vazamentos sobre Intel Comet Lake foram divulgados, informando de que os CPUs da linha Comet Lake-S vão estar disponíveis para o mercado somente em 2020. Segundo o site XFastest, de Hong Kong, a empresa vai lançar as suas novidades entre o primeiro e segundo trimestre de 2020, isso quer dizer que o Ice Lake de 10nm não vai estar disponível para desktop até pelo menos o terceiro trimestre de 2020.

CPUs Intel Comet Lake tem seus detalhes vazados, que pode trazer mais threads, mas ainda em 14 nm

No começo desta semana já foram reveladas as especificações do Intel Comet Lake, que podem ser vistas nesta notícia. Recentemente uma série de slides divulgadas mostram que a AMD vai ter a vantagem no mercado pelo fim de 2019, ficando com as compras de fim de ano livres para seus produtos lançados na semana passada.

As próximas novidades da Intel combinam processadores "Comet Lake" com um PCH(chipset) da série 400, com a comunicação feita por DMI 3.0, que oferece largura de banda comparável a PCI-Express 3.0 x4. Enquanto isso no lado rival, a plataforma AMD já implementa o PCI-Express 4.0 x4 nas X570.

- Continua após a publicidade -

Se os vazamentos se confirmarem, é provável que o LGA1200, que será lançada com o Comet Lake-S, vai ser estendida para o Ice Lake, isso porque não faria sentido os consumidores terem que substituir sua placa-mãe em um período de seis meses. Aparentemente, a ideia de um MCM integrado ao processador e o PCH vai deixar de existir.

A Intel segue com sua tecnologia sendo desenvolvida em 14 nanômetros, mas aparentemente, essa será a última geração a ser desenvolvida desse modo. Os vazamentos dizem que a empresa irá fazer algo parecido com o que a AMD já faz, que é aumentar a quantidade de núcleos e threads ao londo de seu line-up. A empresa deve se concentrar em melhorar o desempenho multi-thread permitindo HyperThreading em todos os seus processadores, incluindo pela primeira vez suas versões mais básicas como o Core i5 e Core i3 no desktop. 

A série Core i3 vai ter 4 núcleos e 8 thread, já o Core i5 vai contar com 6 núcleos e 12 thread, a série Core i7 será composta por 8 núcleos e 16 thread, já o processador mais potente da empresa nesse segmento, o Core i9, vai ser equipado com 10 núcleos e 20 thread. Apesar disso, a Intel vai continuar usando 14nm, aparentemente usando a sua tecnologia refinada para aumentar a velocidade dos clocks, os vazamentos mostram que o seu chip de 10 núcleos vai alcançar um TDP de 125 W, outras informações indicavam uma taxa máxima de 105W. O Gen 9.5 iGPU nos modelos de 4,6 e 8 núcleos será reforçado com mais recursos por software e será classificado sob a série UHD 700.

A Intel deve lançar uma nova plataforma HEDT (high-end desktop) baseada em "Cascade Lake", com o codinome "Glacial Falls", voltada para os entusiastas de PC, no último trimestre de 2019. O novo processador Cascade Lake-X de 14 nm será compatível com as placas-mãe existentes do chipset X299 por meio de uma atualização do BIOS, ele vai oferecer TDP de até 165W e maior desempenho através de velocidades de clocks mais altos, que deve competir com a linha Ryzen Threadripper de segunda geração da AMD.

É importante lembrar que essas informações são frutos de vazamento e que a Intel ainda não confirmou nenhuma das informações, portanto pode ser que aconteçam alterações até o lançamento oficial.

Tags
  • Redator: Ana Luiza Pedroso

    Ana Luiza Pedroso

Qual vai ser o melhor game de setembro de 2020?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.