Criminosos por trás da botnet Zeus são presos na Ucrânia

Cinco pessoas suspeitas de comandar uma quadrilha internacional de fraudes bancÁrias foram presas na Ucrânia, após roubarem mais de US$70 mil ao infectar computadores com o trojan Zeus.

A ação da polícia ucraniana faz parte de uma parceria entre o FBI e os órgãos de defesa do Reino Unido, Holanda e Ucrânia, batizada de "Operation Trident Beach", para combater o cibercrime.


No Reino Unido, a iniciativa jÁ resultou na prisão de 19 pessoas, enquanto nos Estados Unidos, mais precisamente em Nova York, 37 pessoas foram acusadas. De acordo com o The Register, a maioria é suspeita de agir como "laranjas", abrindo contas com identidades falsas para praticar lavagem de dinheiro com as quantias transferidas das contas comprometidas pela ação da botnet.

Por outro lado, o FBI acredita que os indivíduos presos na Ucrânia representam "elementos-chave responsÁveis por toda a operação". No total, os criminosos tentaram roubar US$220 mil, mas conseguiram, de fato, desviar "apenas" US$70 mil. 

Assuntos
Tags
  • Redator: Risa Lemos Stoider

    Risa Lemos Stoider

    Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e gamemaníaca desde os 4 anos de idade. Já experimentou consoles de várias gerações e atualmente mantém uma ainda modesta coleção. Aliando a prática jornalística com a paixão pela tecnologia e os games, colabora com a Adrenaline publicando notícias e artigos.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.