Placas B550 e A520 chegarão em 2020 [rumor]

Com uma mudança de política recente da AMD, agora só está disponível a tecnologia PCIe 4.0 em placas-mãe X570. Isso significa que só placas entusiastas da nova geração trarão esse suporte, e os preços não serão convidativos, já que elas vão se situar acima dos modelos entusiastas da geração anterior, com os modelos X470. Uma solução pode estar a caminho, de acordo com rumores divulgados pelo DigiTimes;

A ASMedia estaria trabalhando em uma próxima geração de placas-mãe para o segmento intermediário e de entrada, chipsets B550 e A520, obviamente sucessores dos atuais B450 e A320. A principal novidade desses modelos seria trazer a compatibilidade do PCIe 4.0 a modelos mais acessíveis de placas-mãe, tornando viável usar hardwares nesse novo protocolo, como SSDs ou as placas de vídeo RX 5700. 


Modelo B350 da MSI

Essas placas também chegariam atualizadas para outros recursos da nova série 500, como melhorias para suporte a overclock mais avançado e compatibilidade com memórias com frequências mais altas. 

Os chipsets estariam prontos a partir do último trimestre desse ano, o que traz a expectativa para o lançamento das primeiras placas para o começo de 2020. Essas informações não foram confirmadas, então até o momento a única forma de usar o PCI Express de quarta geração é ter um processador Ryzen da série 3000 e uma placa-mãe X570. Anteriormente algumas placas de chipsets anteriores também iriam suportar a tecnologia, ficando a critério das fabricantes realizar testes de compatibilidade e validar seus modelos mais antigos, porém uma mudança de política da AMD tornou o recurso disponível apenas nas novas placas-mãe.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Via: TechPowerUp Fonte: DigiTimes
Tags
amd
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.