Memórias DDR4 Adata XPG Spectrix D60G quebram recorde de overclock com 5634MHz

A fabricante de hardware Adata Technology quebrou um recorde de overclocking com as suas memórias DDR4 XPG Spectrix D60G, sendo capaz de levá-las à velocidade de 5634MHz. A equipe responsável pelo feito faz parte do XPG Overclocking Lab (XOCL), que conseguiu quebrar o recorde anterior de DDR4-5608MHz.

Site oficial: Memórias Adata XPG Spectrix D60G

O feito foi alcançado utilizando um processador Intel Core i9 em conjunto com a placa-mãe MSI MPG Z390I Gaming Edge AC numa configuração com resfriamento a nitrogênio líquido Os resultados foram certificados e publicados na plataforma HWBOT.

As peças de hardware trazem compatibilidade com perfis Intel Extreme Memory (XMP) 2.0 para melhorar a estabilidade do sistema e facilitar o processo de overclock com apenas um clique – inclusive dentro do próprio sistema operacional do seu computador.

Segundo a empresa, as memórias D60G são feitas com chips de memória de alta qualidade e com um dissipador de calor de metal para garantir integridade do sinal, confiabilidade e estabilidade. Com isso, a promessa é de aumentar a vida útil do módulo de memória.

- Continua após a publicidade -

As memórias D60G trazem uma alta quantidade de iluminação LED RGB em sua superfície, cobrindo 60% de toda a área do produto. Elas possuem difusores de luz completamente expostos, que garantem um efeito mais contundente, incluindo padrões multi-coloridos que fazem a luz fluir.

Os usuários podem customizar sua experiência com efeitos de iluminação programáveis, configurando padrões, velocidade de pulso, intensidade de iluminação e outras opções. O controle pode ser feito através do aplicativo XPG RGB Sync ou do programa desenvolvido pela fabricante da sua placa-mãe.

Via: TechPowerUp, Toms Hardware
Tags
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation 1. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia. Formado jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

Os jogos mais aguardados do segundo semestre de 2021

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.