Ghost Recon Breakpoint precisa de conexão constante à internet para ser jogado

O Twitter oficial do jogo Ghost Recon Breakpoint revelou ontem, dia 10 de maio, que o game vai precisar de uma conexão constante à internet para ser jogado. Essa decisão vai de acordo com alguns dos últimos jogos da Ubisoft, The Division, Rainbow Six Siege e For Honor, que também possuem essa limitação, mesmo em partidas offline.

O novo Ghost Recon terá um foco no modo cooperativo, com até quatro pessoas em um esquadrão; mas, terá a possibilidade de ser jogado "solo". Neste caso, o jogador não terá um time de IAs, e um pequeno drone segue o personagem. Breakpoint é a sequência de Wildlands e acontece em uma ilha fictícia, chamada de Aurora, onde uma nova tecnologia de drones autônomos é testada.

Ainda não temos uma explicação para essa decisão; a EA, por exemplo, exigiu uma conexão constante com a internet para Anthem, e disse que é necessária pois o jogo usa servidores dedicados — esta foi a única justificativa oficial.

Por outro lado, Mortal Kombat 11, desenvolvido pela NetherRealm, possui uma restrição similar porque tem uma progressão "konstante" na "kustomização" online. Modos de jogo, como o Towers of Time, possuem uma contagem regressiva mundial e até a história principal, que teoricamente é um modo single player, fornece equipamentos, roupas e armas para o online. Já temos a confirmação de que Ghost Recon terá a progressão de personagem compartilhada entre os diferentes modos de jogo, então talvez esse seja o motivo para a decisão.

- Continua após a publicidade -

Ghost Recon Breakpoint tem seu lançamento programado para o dia 4 de outubro no Xbox One, Playstation 4 e PC (Epic Store e Uplay).

Esta restrição controversa influencia sua decisão de comprar o jogo?

 

 

- Continua após a publicidade -

 

Via: Gamingbolt Fonte: Ghost Recon Breakpoint
Tags
  • Redator: Tadeu Antonio M. de Souza

    Tadeu Antonio M. de Souza

    Sou apenas um jovem jornalista formado pela Universidade Federal de Santa Catarina que nasceu, cresceu e ficou amargo no World of Warcraft. Amo games de todos os gêneros; mas, se quiser me ver irritado, jogue algo competitivo comigo. Por crescer com este hobby, acompanhando personalidades como Jhon Bain, sempre procuro defender o consumidor e pequenos desenvolvedores.

Os jogos mais aguardados do segundo semestre de 2021

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.