Micron deve comprar a parte da Intel na IM Flash Technologies por até US$ 1,5 bilhões

No final de 2018 a Micron revelou o interesse em comparar a parte da Intel na IM Flash Technologies, depois que as empresas passaram a desenvolver seu próprios dispositivos e tecnologias de memória. Apesar do acordo de parceria ter sido renovado em junho do mesmo ano, para que concluíssem o desenvolvimento da segunda geração de 3D XPoint, as empresas já haviam confirmado que não iriam trabalhar juntas depois do lançamento da tecnologia. 

Micron apresenta SSDs NVMe 9300 que prometem 3,5 GB/s de taxas de transferência

Um termo do acordo de divisão proposto pela Intel impediu que qualquer negociação fosse feita antes do dia 1º de janeiro de 2019 e, por esse motivo, a Micron teve que aguardar para que pudesse apresentar os valores da compra. Entretanto, nesta semana foi divulgado um relatório da Comissão de Segurança e Câmbio dos Estados Unidos, apresentado pela primeira vez no dia 3 de maio, que confirma a compra até o dia 31 de outubro. Durante esse período, a Micron espera pagar e de US$ 1,3 bilhões a US$ 1,5 bilhões por 49% da participação da Intel na IM Flash Technologies.

Os cálculos feitos para chegar a esse valor levaram em conta a participação minoritária da Intel em uma dívida da Intel-Micron Flash Technologies (IMFT), além do ganho financeiro de US$ 100 milhões proveniente das Normas Contábeis dos Estados Unidos (GAAP). Se a compra for concluída sem outros imprevistos que atrasem o processo - o que deve acontecer caso a Intel não altere os termos do contrato - pode resultar em mudanças quanto a fabricação das memórias Optane da Intel

Via: tomshardware Fonte: Seekingalpha
Assuntos
Tags
  • Redator: Lucas Alvaro Araujo

    Lucas Alvaro Araujo

    Lucas Alvaro virou jornalista pelo amor aos games e o desejo de escrever seus próprios roteiros para jogos com nota máxima no Metacritic. Apesar de ter atuado como designer e desenvolvedor de jogos durante dois anos, a paixão pela redação o trouxe para "os bastidores", onde está adquirindo experiência e aprendizado nos mais diversos segmentos da tecnologia. E é dessa forma que pretende se tornar especialista na área e descobrir o que fazer quando os robôs começarem a dominar o mundo.

Últimas

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.