Elder Scrolls: Blades rendeu mais de US$ 1,5 milhão em seu primeiro mês de beta

Apesar da migração de grandes franquias dos games para os dispositivos móveis gerar revolta em alguns jogadores, esse modelo de negócio gera bastante grana, e a prova mais recente disso é Elder Scrolls: Blades. De acordo com dados do SensorTower, a Bethesda conseguiu uma receita de mais de US$ 1,5 milhão com o beta do game durante o primeiro mês de acesso antecipado no Android e iOS.

Lançado em 27 de março por meio de um sistema de convites, o teste do game nos celulares foi aberto no começo de abril, o que garantiu uma receita média de US$ 50 mil por dia, cerca de R$ 196 mil em conversão direta para a nossa moeda. Quanto dividimos por número de downloads, o game conseguiu cerca de US$ 1,20 por cada usuário.

Segundo os dados coletados pelo SensorTower, o país que mais gastou dentro do Elder Scrolls para celulares foi os Estados Unidos, responsável por 73% da arrecadação total do game em seu primeiro mês, aproximadamente US$ 1,1 milhão. A Grã-Bretanha ficou em segundo, com os usuários do game no local gastando um total de US$ 75 mil desde março.

Apesar dos números alcançados por Elder Scrolls: Blades serem bons, o jogo ainda não é o melhor lançamento mobile da Bethesda. Fallout Shelter conseguiu alcançar renda de US$ 8,7 milhões e mais de 4,4 milhões de downloads em seu primeiro mês. A diferença, porém, é que o título da franquia pós-apocalíptica foi lançado integralmente em junho de 2015, sem passar por um beta aberto, que normalmente conta com bugs.

- Continua após a publicidade -

O sucesso dos games mobile representam avanços nas investidas da Bethesda fora do segmento de jogos 100% single-player, que são a principal marca da empresa. Além de lançar títulos para dispositivos móveis, a companhia também trouxe elementos online e de compras in-game para títulos de grande porte, como é o caso de Fallout 76 e Wolfenstein: Youngblood, que terá venda de cosméticos em seu multiplayer online.

Elder Scrolls: Blades pode ser baixado de graça no Android e iOS. Confira mais informações no site oficial do game.

Fonte: Sensor Tower
Tags
  • Redator: Mateus Mognon

    Mateus Mognon

    Mateus Mognon é formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Vencedor do prêmio SET Universitário na Categoria Reportagem Digital, atua nos sites do grupo Adrenaline desde 2014. Atualmente, colabora para os veículos com notícias, análises e artigos envolvendo tecnologia e games.

Os jogos mais aguardados do segundo semestre de 2021

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.