Intel admite que escassez de CPUs se manterá até 3º trimestre de 2019

A fabricante de hardware Intel admitiu publicamente pela primeira vez que a escassez de processadores vai durar por mais alguns meses, até o 3º trimestre de 2019. De acordo com o site Tom's Hardware, a falta de CPUs da empresa afetou todos os grandes fornecedores de componentes para computadores desde o segundo semestre de 2019.

Site oficial: Processadores Intel Core

Para acalmar seus parceiros e investidores, o CEO da Intel, Robert Swan, prometeu durante uma conferência financeira que esse erro nunca mais se repetirá. Segundo ele, a fabricante já investiu US$ 1,5 bilhões (R$ 5,8 bilhões) para expandir a capacidade das suas linhas de produção de litografia de 14nm.

"Nossas limitações de fornecimento tiveram um impacto disruptivo nos nossos consumidores e em seu ecossistema. Nos comprometemos a nunca mais ser uma limitação no crescimento de nossos consumidores. Nós aumentos a capacidade para melhorar nossa posição no segundo semestre [de 2019], apesar de que nossa mistura de produtos continuará sendo um desafio no terceiro trimestre conforme nossas equipes alinham o fornecimento disponível com a demanda dos consumidores".
- Robert Swan, CEO da Intel

- Continua após a publicidade -

A Intel deverá continuar trabalhando com o processo de 14nm ao menos até o final de 2020, conforme indica um roadmap que vazou e foi publicado na internet. Em janeiro de 2019, representantes da Microsoft haviam afirmado que a escassez de CPUs Intel estavam afetando as vendas do sistema operacional Windows. Nesta semana, executivos da companhia disseram que a falta de processadores já não afeta mais o desempenho do seu software.

Via: Tom's Hardware
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation 1. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia. Formado jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

Os jogos mais aguardados do segundo semestre de 2021

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.