Protocolo CXL da Intel pretende solucionar problemas do PCIe e otimizar processos de GPUs

A Intel lançou recentemente o seu novo protocolo de interconexão CXL (Compute Express Link), que se encontra na versão 1.0 atualmente. Seu anúncio envolveu não somente a revelação do padrão, mas também o consórcio de empresas que estão trabalhando em seu desenvolvimento - a CXL Consortium

Prestes a completar um mês do seu anúncio, a Intel aproveitou o “Interconnect Day 2019” para apresentar mais detalhes do CXL. O protocolo tem a camada física do PCIe, mas alcança 32 Gbps por faixa na largura de banda, permitindo que a conexão PCIe 5.0 tenha um desempenho duas vezes maior que a oferecida pela antecessor. 

O CXL também combina os protocolos de Handshake, Auto-negociação e transação para resultar em desempenhos melhores que prometem suprir as deficiências do PCIe, principalmente para data centers que encontram dificuldades em lidar com a largura de banda compartilhada e o uso das Memory Pools (gerenciador de memória frequente), que tendem a se tornar muito mais comuns. 

   

O novo protocolo da Intel promete superar esses problemas que são causados pelo compartilhamento de milhares de dados entre os dispositivos, incluindo a latência, mas mantendo a praticidade do padrão PCIe. Com isso, problemas enfrentados pelo uso de memórias, como na alta demanda das GPUs poderão ser otimizados para entregar uma carga de processamento maior. 

- Continua após a publicidade -

Mesmo o consórcio já tendo revelado que os trabalhos na segunda versão do protocolo estão programados para começar ainda neste trimestre, os primeiros dispositivos a chegar com o CXL ainda não possuem data prevista. A Intel pretende fazer com que a o padrão já esteja estabelecido em 2020, quando sua arquitetura de GPUs Xᵉ for finalmente lançada

Vaza apresentação e design das placas da Intel: o futuro são múltiplas GPUs no Intel Xe

   

A empresa também revelou ter planos para o PCIe 6.0, mas ainda é muito cedo para discutir o futuro das conexões, já que é necessário que a PCI-SIG (organização que segmenta os padrões de barramentos) estabeleça o padrão que será usado até lá. De qualquer forma, a Intel aposta que o CXL dará ser uma grande solução para o mercado. 

Via: Techpowerup
Tags
  • Redator: Lucas Alvaro Araujo

    Lucas Alvaro Araujo

    Lucas Alvaro virou jornalista pelo amor aos games e o desejo de escrever seus próprios roteiros para jogos com nota máxima no Metacritic. Apesar de ter atuado como designer e desenvolvedor de jogos durante dois anos, a paixão pela redação o trouxe para "os bastidores", onde está adquirindo experiência e aprendizado nos mais diversos segmentos da tecnologia. E é dessa forma que pretende se tornar especialista na área e descobrir o que fazer quando os robôs começarem a dominar o mundo.

Os jogos mais aguardados do segundo semestre de 2021

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.