Hackers invadem atualização de software da Asus e instalam backdoor em laptops

A empresa russa especializada em segurança digital, Kaspersky, descobriu a presença de um backdoor no software proprietário da Asus, que teria sido sequestrado por hackers. A Asus foi avisada em janeiro de 2019 e desde então já divulgou uma atualização corrigindo a falha de segurança.

De acordo com os especialistas em cibersegurança, o software Asus Live Update estava infectado com o backdoor entre os meses de junho e novembro de 2018. A vulnerabilidade ficou conhecida como "ShadowHammer" e ganhou uma ferramenta para download que os usuários podem utilizar para saber se o seu laptop foi afetado.

Os cibercriminosos decidiram por mirar num grupo específico de endereços mac com o seu malware. Por isso, também é recomendado que usuários que tiveram o backdoor instalado em seu notebook verifiquem se o seu endereço está incluído na lista de alvos.

"O arquivo malicioso foi assinado com certificados digitais ilegítimos da Asus para parecer que se tratava de um update de software autêntico da companhia. A Asus, uma companhia de computadores que vale múltiplos bilhões de dólares e é baseada em Taiwan, fabrica computadores desktop, laptops, celulares, sistemas caseiros inteligentes e outros eletrônicos. [Essa empresa] estava enviando um backdoor aos consumidores por ao menos 5 meses antes dele ser descoberto".
- Porta-voz da Kaspersky

A estimativa é de que cerca de 500 mil máquinas com sistema operacional Windows tenham sido infectadas pelo servidor de updates da Asus. Apesar disso, os hackers só estariam mirando em cerca de 600 desses sistemas.

- Continua após a publicidade -

Para garantir que seu computador está seguro, é importante abrir o Asus Live Update e clicar em "procurar por atualizações". Caso você não tenha os updates de segurança mais recentes, recomenda-se baixá-los imediatamente.

Via: Engadget, Guru3D
Tags
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation 1. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia. Formado jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.