SSDs PCIe tem queda nos preços e tende a substituir SATA 3 no mercado ainda este ano

Uma notícia divulgada pelo Guru3D revelou alguns números interessantes sobre o atual mercado de SSDs. 

Segundo o site, a partir de dados propostos por fontes especializadas no mercado, o valor unitário de SSDs PCIe de 512GB teve uma queda de 11% nos Estados Unidos, passando a ter um valor médio de US$ 55 no primeiro trimestre de 2019. Já os SSDs SATA, no mesmo período, apresentaram uma queda de apenas 9%, tendo uma variação de preço em dois modelos - que não foram especificados na notícia. 

Os números ainda revelam que a queda no valor da unidade dos SSDs de 512GB chegou ao mesmo nível que os registros feitos um ano antes para SSDs de 256GB, consequentemente, refletindo em redução de valores nos SSDs com 512GB a 1TB, que devem ter valores mais baixos ainda esse ano. Isso significa que os valores dos SSDs devem continuar caindo conforme a tecnologia se torna mais popular. Nesta semana mesmo a Western Digital revelou sua unidade de armazenamento WD Blue SN500 NVMe com preços mais acessíveis para alcançar o usuário doméstico.

Em compensação, os SSDs SATA não recebem uma atualização robusta há um bom tempo, mantendo sempre a limitação de largura de banda beirando ~ 560 MB/s. O padrão M.2 passou a usar  interfaces PCIe 3.0 de 2x ou 4x, permitindo alcançar de 1 a 3 GB/s. Esses resultados tem provocado uma onda migratória para o armazenamento NAND baseado em PCIe, e o mercado já visa a tecnologia tendo uma participação de 50% até o fim deste ano, provocando assim preços ainda mais acessíveis aos SSDs PCIe.

Será que estamos nos aproximando do fim do ciclo de mais uma tecnologia?

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Via: Guru3D
Assuntos
Tags
SSD
  • Redator: Lucas Alvaro Araujo

    Lucas Alvaro Araujo

    Lucas Alvaro virou jornalista pelo amor aos games e o desejo de escrever seus próprios roteiros para jogos com nota máxima no Metacritic. Apesar de ter atuado como designer e desenvolvedor de jogos durante dois anos, a paixão pela redação o trouxe para "os bastidores", onde está adquirindo experiência e aprendizado nos mais diversos segmentos da tecnologia. E é dessa forma que pretende se tornar especialista na área e descobrir o que fazer quando os robôs começarem a dominar o mundo.

Qual a sua marca de headphones/headsets para jogos preferida? - Pesquisa de Periféricos 2021

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.