Sega suspende vendas de Judgment no Japão depois de ator ser preso por usar cocaína

A Sega suspendeu as vendas de  Judgment, spin-off de Yakusa, no Japão depois que um de seus atores, Pierre Taki, foi preso sob suspeita de usar cocaína. 

O ator de 51 anos, cujo nome verdadeiro é Masanori Taki, dublou e serviu de modelo para um yakuza chamado Kyohei Hamura. De acordo com o The Mainichi, a amostra de urina do ator deu positivo para cocaína e ele também admitiu usar uma pequena quantidade.

Como resposta, a Sega emitiu um comunicado anunciando que decidiu suspender todas as remessas e vendas do jogo enquanto "confirmava os fatos". A gigante dos jogos também revelou no Twitter que apagou seus tweets "devido à restrição de vendas".

Como a Kotaku nota, o Japão tem leis incrivelmente rígidas com relação a drogas, e a decisão da Sega não é sem precedentes. Em 2014, o popstar Aska do duo-pop Chage & Aska foi preso por portar MDMA e a Universal Music Japan parou de vender a música da dupla. O ator Hiroki Narimiya também foi substituído da nova versão do Yakuza 4 após alegações de cocaína.

- Continua após a publicidade -

Spinoff de Yakuza, Judgment será lançado em junho para PS4 no ocidente

Judgement está previsto para lançar mundialmente no dia 25 de junho, mas agora não está claro se a Sega vai adiar o lançamento ou adiantar o plano original. Além de Judgement, Taki também interpreta Olaf na versão japonesa de Frozen, assim como no recentemente lançado Kingdom Hearts III.

Fonte: SEGA, Engadget, Kotaku, Nippon, The Mainichi
Tags
ps4
  • Redator: Saori Almeida

    Saori Almeida

    Saori Almeida é natural do Rio Grande do Sul, técnica em administração formada pelo Centro Tecnológico de Caxias do Sul (CETEC) e estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Gosta da cultura asiática e nerd no geral e tem interesse crescente por tecnologia e games desde pequena - gosto que se intensifica diariamente na redação.

Quem estava pior no primeiro vídeo?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.