Pesquisa da Nvidia diz que desempenho em jogos competitivos está associado a taxa de quadros

A Nvidia abraçou a tão antiga e polêmica discussão sobre a relação entre o desempenho e a taxa de quadros em shooters, mais precisamente nos ainda populares Battle Royale

A empresa decidiu fazer algumas pesquisas baseadas no desempenho de jogadores de PUBG, Fortnite, Call of Duty: Black OPS - Blackout e Apex Legends para afirmar que os resultados podem ser melhores para quem joga com maiores taxas de quadros e taxas de atualização. 

As pesquisas começaram com os relatos da ProSettings.net e ProSettings.com que registraram que 99% dos Pro Players destes jogos estão usando monitores de 144 Hz ou mais, sendo que 30% deles usam monitores de 240 Hz. Isso devido ao fato de apresentarem uma latência menor quando combinadas com placas gráficas mais rápidas. 

As métricas usadas para comparar o desempenho dos jogadores anônimos foi o Kill / Death e as horas jogadas semanalmente de cada jogador. Em seguida foi comparado os resultados com diferentes GPUs da Nvidia - a partir da GTX 6xx até a RTX 20xx.

O resultado registrado mostrou que o jogador com a série mais recente de GPU da Nvidia teve um desempenho 53% maior em relação ao jogador da placa de vídeo mais antiga.

- Continua após a publicidade -

A conclusão que a Nvidia teve analisando os dados coletados foi a que os jogadores com mais horas de jogo conseguiram se adaptar mais as GPUs, assim tirando um melhor benefício de seu potencial, mas esse resultado não mensurou o nível de habilidade dos jogadores.

Como essa conclusão não apresentou um resultado concreto a Nvidia decidiu relacionar a taxa de quadros com a a taxa de atualização dos monitores, e para que nenhum dos jogadores tivessem vantagem por conta das GPUs, a resolução analisada foi definida em 1080p. Dessa vez o resultado dos jogadores teve um grande aumento conforme a quantidade de Hz de cada monitor. 

- Continua após a publicidade -

Para se analisar essa pesquisa é necessário levar duas coisas em consideração: a primeira é o fato da Nvidia ter feito os testes apenas com as suas GPUs, o que não pode definir que obrigatoriamente o desempenho esteja ligado ao número de quadros ou o hardware disponível ao jogador. Existem outras tecnologias que podem apresentar outros resultados mediante aos mesmos testes. 

E é preciso lembrar que o teste está sendo feito pela Nvidia para promover as suas placas gráficas, e é claro que eles vão mostrar a melhora no desempenho comparada aos GPUs mais antigas para mostrar que vale a pena o upgrade - ressaltando que no final da pesquisa há alguns gráficos que mostram o desempenho de cada jogo nos mesmos testes.

Sinceramente, na minha opinião, é difícil saber o quanto dos dados coletados podem ajudar a concluir que o desempenho dos jogadores está atrelado a taxa de quadros, principalmente pelas pesquisas não analisarem alguns pontos importantes

De qualquer forma gostaria de saber de vocês o que acham. E o que pensar dessa pesquisa da Nvidia? Tendenciosa? Confira a pesquisa completa no site da Nvidia e deixe nos comentários sua opinião.

Fonte: Nvidia
  • Redator: Lucas Alvaro Araujo

    Lucas Alvaro Araujo

    Lucas Alvaro virou jornalista pelo amor aos games e o desejo de escrever seus próprios roteiros para jogos com nota máxima no Metacritic. Apesar de ter atuado como designer e desenvolvedor de jogos durante dois anos, a paixão pela redação o trouxe para "os bastidores", onde está adquirindo experiência e aprendizado nos mais diversos segmentos da tecnologia. E é dessa forma que pretende se tornar especialista na área e descobrir o que fazer quando os robôs começarem a dominar o mundo.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.