Nvidia reduz em US$ 500 milhões a projeção de receitas do trimestre passado

A Nvidia alertou aos seus investidores que a empresa espera ter um lucro consideravelmente menor no 4º trimestre de 2018 do que havia previsto anteriormente. Segundo a fabricante de hardware, os motivos para isso seriam as dificuldades encontradas pela economia da China e a redução na demanda por mineradores de criptomoedas.

No final das contas, representantes da Nvidia afirmam que a companhia acredita ter obtido uma receita de US$ 2,2 bilhões (R$ 8,2 bilhões) ao invés dos US$ 2,7 bilhões (R$ 10,1 bilhões) previstos anteriormente – ou seja, uma diferença de US$ 500 milhões (R$ 1,9 bilhão).

A empresa já havia alertado anteriormente que ela iria ter resultados piores do que o esperando no trimestre passado exatamente pelo desaceleramento do mercado do moedas virtuais. No começo de 2018, a Nvidia havia aumentado seu estoque por causa do boom das criptomoedas, época em que os preços de placas de vídeo sofriam com a inflação e os produtos esgotavam com facilidade.

O que realmente veio de maneira inesperada foi o relativo enfraquecimento da economia chinesa, que já afetou o lucro de empresas como Apple e Samsung. Conforme aponta o site The Verge, enquanto a economia do país asiático desacelera, o governo injetou um recorde de R$ 312 bilhões em dinheiro para movimentar o mercado.

Para completar o relatório da empresa, menos consumidores do que o esperado compraram novas placas de vídeo de alto desempenho da nova linha RTX 20. Segundo avaliação dos executivos da Nvidia, o motivo para isso é que a maioria dos usuários esperou as GPUs ficarem mais baratas durante esse período, ou para modelos mais novos e avançados serem lançados no futuro.

Via: The Verge Fonte: Nvidia
Tags
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

O que você prefere?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.