Microsoft ganha domínios que operavam a botnet Waledac

A Microsoft declara temporada de caça às botnets. A companhia entrou na justiça e conseguiu ganhar a posse permanente de 276 dominíos usados pela botnet Waledac para enviar instruções a PCs infectados funcionando como disseminadores de spam.

Com isso, a Microsoft agora tem meios legais para combater domínios registrados nos Estados Unidos, incluindo .com, .net, .biz e .org, que forem usados para alguma atividade criminosa.


A empreitada começou no início do ano, com a chamada Operação b49. Em fevereiro, a empresa conseguiu judicialmente uma ordem restritiva temporÁria que bloqueou os domínios relacionados à rede zumbi. Agora, com a propriedade legal dos endereços, a Microsoft garante que eles não serão mais usados para o cibercrime.

De acordo com o USA Today, a Waledac atingiu seu pico em 2009, distribuindo 1,5 bilhões de mensagens de spam diariamente. Embora a Microsoft tenha adicionado as ameaças relacionadas à botnet no banco de dados de seus softwares de segurança, limpar os PCs infectados um a um não causou impacto sobre o funcionamento da rede. Em dezembro, as contas do Hotmail foram inundadas com mais de 650 milhões de spams enviados através da Waledac, o que incentivou a Microsoft a buscar meios legais para interromper a atividade maliciosa.

Assuntos
Tags
  • Redator: Risa Lemos Stoider

    Risa Lemos Stoider

    Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e gamemaníaca desde os 4 anos de idade. Já experimentou consoles de várias gerações e atualmente mantém uma ainda modesta coleção. Aliando a prática jornalística com a paixão pela tecnologia e os games, colabora com a Adrenaline publicando notícias e artigos.

Qual vai ser o melhor game de setembro de 2020?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.