Time Ucraniano vence a primeira etapa do MOA 2010

Terminou a poucos instantes de forma emocionante o teste de Super PI 32M, primeira etapa do MOA 2010, que teve como vencedora a dupla Ucraniana, finalizando o benchmark com o tempo de 6 minutos, 20 segundos e 688 milésimos, após grande domínio nas primeiras 2 horas de competição da dupla formada por Taiwan / Honk Kong.


Time da Ucrânia formado por cyclone e t0lstoy venceu Super PI 32M

A competição

Desde o princípio desta etapa o time formado por Nick Shih, de Taiwan e Tin Tin, de Honk Kong, se mantiveram em primeiro lugar, baixando inúmeras vezes o melhor tempo até atingir a marca de 6 minutos 22 segundos e 78 milésimos. Faltando cerca de 40 a equipe belga equilibrou a conpetição e fez um tempo muito próximo aos líderes, ficando atrÁs por incríveis 60 milésimos de segundo, um resultado muito apertado, porém dentro do que era previsto, uma competição muito disputada e com leve favoritismo para a dupla comandada por Nick Shih.


Os vencedores da primeira etapa em ação

Faltando cerca de 30 minutos para acabar a primeira etapa, surge a equipe Ucraniana e consegue o excelente tempo de 6 minutos, 20 segundos e 688 milésimos assumindo a primeira posição. HÁ cerca de 10 minutos para o fim, a equipe italiana, que conseguiu um ótimo processador, até ameaçou com o tempo de 6 minutos, 21 segundos e 93 milésimos, mas a manhã era mesmo dos Ucranianos que ainda puderam se der ao luxo de parar de realizar testes com o Super PI 32M, e começar os testes para o 3DMark Vantage (segunda etapa) mais cedo, abandonando a busca de um novo tempo quando o relógio ainda marcava 15 minutos para o fim da competição.

Entenda o Super PI 32 M

O Super PI 32M, primeira etapa da competição, tem peso de 40% da pontuação total do campeonato, e sua função é medir o desempenho do sistema com enfase no processamento, medindo especificamente o desempenho de um thread da CPU. O Intel 980X, processador utilizado no evento, possui ao todo 6 Cores e 12 threads, podendo apresentar uma variação razoÁvel de desempenho entre os diversos Cores, o que torna a tarefa de testar todos os Cores em busca do mais eficiente, um Árduo caminho na busca do melhor resultado.

Os latino-americanos na competição

Após inúmeros problemas de placa-mãe, placa de vídeo e processador, o Team Adrenaline e o Piscolinha, representantes latino-americanos, não conseguiram atingir um bom resultado e ficaram em 14 e 15 colocados, respectivamente.

Assuntos
Tags
  • Redator: Jacson Boeing

    Jacson Boeing

    Apaixonado por tecnologia, gadgets e pelo universo geek em geral, Jacson Boeing é sócio-fundador e Editor do Adrenaline, onde desenvolve um trabalho de bastidores, desenvolvendo parcerias e formas criativas de dominar o universo! Fora os sonhos ambiciosos, também ajuda no desenvolvimento de pautas e escreve esporadicamente sobre tecnologia, além de viajar para cobrir in-loco alguns eventos internacionais considerados importantes dentro da estratégia de expansão do Adrenaline.

O que você prefere?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.