AMD lança as CPUs 7nm Zen2 codinome "Rome"

Direto do evento AMD Next Horizon, a empresa antecipou as principais novidades sobre suas futuras CPUs Zen 2 e fez o anúncio dos primeiros modelos equipados com esse recuros. A grande aposta da empresa é o uso da nova litografia em 7 nanômetros para aumentar a performance, sendo que esse lançamento representa o primeiro CPU de 7nm x86.

Como já é praxe na indústria, a nova tecnologia será introduzida inicialmente nos produtos high-end. As CPUs codinome "Rome" serão os novos modelos da linha Epyc, com produtos voltados ao mercado de servidores e HPC (high-performance computing, ou computação de alta performance). A empresa atua em parceria com a TSMC para a fabricação dos chips, e já estão disponíveis a venda. 

Os novos chips baseados na litografia de 7 nanômetros trazem importantes avanços de performance. Além de possibilitar o dobro de densidade de transistores, é possível derrubar pela metade o consumo do chip, aumentando em muito a eficiência, algo crucial para mercado de servidores. Outra possibilidade é manter o consumo no mesmo patamar da geração anterior e ampliar a performance em 25%. O saldo final é a capacidade de entregar o dobro de processamento comparado a chips anteriores.

Um elemento crucial do aumento de desempenho foi resultado da maior densidade de transistores. Os processadores Epyc aumentaram a contagem de núcleos por CCX para 8, ou seja, o dobro que a geração Zen e Zen+. Com isso os modelos Epyc codinome "Rome" podem entregar até 64 núcleos e uma contagem "insana" de 128 threads.

Uma das evolução mais curiosas do novo produto é a introdução da nova geração do Infinity Fabric. O design com múltiplos chips agora contará com uma porção em 14 nanômetros fazendo a conexão dos múltiplos núcleos em 7 nanômetros e demais recursos como memórias.

  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

Qual vai ser o melhor game de abril de 2020?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.