AMD divulga seu relatório financeiro do terceiro trimestre e mantém desempenho nos resultados

A AMD divulgou o seu relatório fiscal referente ao terceiro trimestre de 2018. Seu lucro chegou a US$ 102 milhões (R$ 377 milhões), acompanhado pela receita de US$ 1,65 bilhão (R$ 6,10 bilhões) e a diluição de seu lucro por ação de US$ 0,09 (R$ 0,33). 

Em relação a receita do ano anterior foi registrado um aumento de 4%, entretanto, comparado ao último trimestre, no qual a companhia teve seu melhor resultado em 7 anos, houve uma queda de 6%

Apesar de não ter atingido os valores registrados no último trimestre, em uma base sequencial da margem bruta nos lucros subiu 3 pontos percentuais provocados pela receita relacionada a IP e novos produtos, incluindo os processadores Ryzen e Epyc, que já haviam se destacado no último relatório financeiro. 

"Olhando para frente, acreditamos que estamos bem posicionados para mais ganhos de participação de mercado à medida que continuamos progredindo significativamente em direção a nossas metas financeiras de longo prazo." 
- Dra. Lisa Su, presidente e CEO da AMD

"Olhando para frente, acreditamos que estamos bem posicionados para mais ganhos de participação de mercado à medida que continuamos progredindo significativamente em direção a nossas metas financeiras de longo prazo." 
- Dra. Lisa Su, presidente e CEO da AMD

Enfatizaram também destaques de relações públicas como nas parcerias com a Microsoft (Azure) Dropbox e Oracle Cloud na adoção do processador AMD Epyc para o aumento de desempenho na instância de nuvem. 

- Continua após a publicidade -

Para o Q4 a expectativa da AMD é registrar uma receita próxima de US$ 1,45 bilhão, com margem de erro de US$ 50 milhões, mantendo o aumento percentual ano a ano para 8%. Já para a margem bruta, espera-se que chegue à 41%, mais uma vez impulsionada pelas vendas dos produtos das linhas Ryzen e Epyc, além dos processadores Datacenter GPU

Tags
AMD
  • Redator: Lucas Alvaro Araujo

    Lucas Alvaro Araujo

    Lucas Alvaro virou jornalista pelo amor aos games e o desejo de escrever seus próprios roteiros para jogos com nota máxima no Metacritic. Apesar de ter atuado como designer e desenvolvedor de jogos durante dois anos, a paixão pela redação o trouxe para "os bastidores", onde está adquirindo experiência e aprendizado nos mais diversos segmentos da tecnologia. E é dessa forma que pretende se tornar especialista na área e descobrir o que fazer quando os robôs começarem a dominar o mundo.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.