BGS 2018: Ori and The Will of Wisps expande o gameplay do jeito certo - nossas impressões!

O estande do Xbox One na BGS 2018 disponibilizou para seus jogadores a continuação de um dos grandes títulos indies da plataforma: Ori and The Will of Wisps. Conferimos o jogo para trazer para vocês nossas primeiras impressões e as notícias são boas! Parece que temos mais um grande título pela frente.

A build disponível aqui na BGS foi especialmente preparada para demonstrações, com algumas habilidades variadas desbloqueadas e um trecho um tanto linear. Ainda assim, a primeira coisa que dá pra perceber imediatamente é que o jogo cresceu muito. Parece que seus desenvolvedores andaram jogando Hollow Knight e rechearam essa nova interação de Ori com mais personagens coadjuvantes, equipamentos, uma variedade tão grande de habilidades que elas precisam ser ativadas e desativadas e até side quests. Na minha opinião essa é uma expansão muitíssimo bem-vinda porque o level design maravilhoso do primeiro Ori era um tanto desperdiçado com espaços vazios e poucas atividades. E claro que boas influências são sempre bem-vindas, com certeza o próprio Hollow Knight aprendeu muita coisa com o primeiro Ori também.

Uma das novidades que mais me chamou a atenção é que o jogador não tem mais um ataque básico padrão, você pode escolher qual habilidade quer usar e em qual botão ela fica, possibilitando até builds diferentes para seu Ori, o que foi um tanto surpreendente.

Mas algo que não mudou: o jogo continua muito desafiador. O primeiro Ori pegou bastante gente de surpresa porque, apesar de seu aspecto "bonitinho", o game fica BEM difícil. A demo aqui é apenas uma fatia do jogo, mas dá pra ver que ele vai testar seus jogadores com saltos precisos, áreas bem ocultas e a exigência de dominar com maestria suas habilidades de movimentação.

Ori and The Will of Wisps está graficamente lindo e seu gameplay parece não só desafiador, mas também muito satisfatório. Uma diversidade bem maior de coisas para fazer parece ter sido implementada ao jogo, que abraça um lado muito mais RPG que espero ver ao longo de todo o título, quando ele for lançado. Tenho boas expectativas!

Assuntos
  • Redator: João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.