Notebooks AMD Ryzen devem começar a chegar ao Brasil em 2019

A AMD está trabalhando com a Lenovo e a Acer para em breve lançar notebooks ultrafinos com alto desempenho usando processadores Ryzen no Brasil. Foi isso que afirmou Luis Gerardo Garcia, chefe de consumo da AMD na América Latina, em entrevista ao pessoal do TecMundo. Segundo Garcia:

"No mercado brasileiro, posso dizer que muito em breve veremos no Brasil notebooks realmente ultrafinos e com desempenho de ponta disponíveis para os usuários finais. Estamos tentando iniciar campanhas já em dezembro, mas em janeiro os primeiros modelos de empresas internacionais devem começar a chegar ao Brasil. Em 2019, vocês verão que mais e mais plataformas vão oferecer produtos AMD, incluindo máquinas ultraportáteis e aparelhos para jogos."

"No mercado brasileiro, posso dizer que muito em breve veremos no Brasil notebooks realmente ultrafinos e com desempenho de ponta disponíveis para os usuários finais. Estamos tentando iniciar campanhas já em dezembro, mas em janeiro os primeiros modelos de empresas internacionais devem começar a chegar ao Brasil. Em 2019, vocês verão que mais e mais plataformas vão oferecer produtos AMD, incluindo máquinas ultraportáteis e aparelhos para jogos."

Enquanto a previsão é de ter os produtos licenciados chegando em janeiro de 2019, pode ser que apareçam alguns outros modelos de outras marcas ainda neste ano, por volta de novembro. 

Os notebooks serão equipados com modelos Ryzen 5 com gráficos Vega incorporados, e Garcia promete uma performance mais rápida do que dispositivos equipados com um Intel Core i5 de oitava geração e GPU Nvidia. O executivo não informou na entrevista com qual GPU Nvidia especificamente o desempenho está sendo comparado, mas prometeu os seguintes ganhos de performance em diferentes benchmarks:

- 44% superior no FireStrike do 3DMark
- 11% superior no PCMark
- 17% superior no Cinebench

- Continua após a publicidade -

Claro que testes internos sem detalhes de especificações não são muito parâmetro para "por a mão no fogo", mas indicam que a AMD está ambiciosa em realmente vender esses produtos com ênfase em suas performances. Não falta muito para seu lançamento oficial, então logo teremos a chance de ver testes de terceiros nos notebooks.

"A ideia é oferecer produtividade em qualquer lugar, então estamos refinando os computadores voltados para os usuários finais, e o Ryzen é perfeito para isso. Então, diferente de uns 5 anos atrás, quando nosso foco era produtos mais baratos, agora não vamos mais participar da faixa de preços de entrada. Vamos atuar no mercado de alto desempenho."

"A ideia é oferecer produtividade em qualquer lugar, então estamos refinando os computadores voltados para os usuários finais, e o Ryzen é perfeito para isso. Então, diferente de uns 5 anos atrás, quando nosso foco era produtos mais baratos, agora não vamos mais participar da faixa de preços de entrada. Vamos atuar no mercado de alto desempenho."

Fonte: TecMundo
  • Redator: João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

Em um remake, você quer:

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.