Valorização de ações da AMD causa prejuízo de US$ 177,5 milhões em um dia na venda a descoberto

A AMD fechou a segunda-feira com forte valorização em suas ações, subindo 5,3% para alcançar US$ 25,26. Essa subida não é apenas motivo de comemoração para os acionistas da empresa, mas também de choro pra quem fez vendas a descoberto das ações da companhia e perderam juntos, aproximadamente, US$ 177,5 milhões, em apenas um dia. Segundo o MarketWatch, no pico de valorização da sessão o prejuízo estava alcançando US$ 370 milhões.

A "venda a descoberto" é quando um acionista vende ações que ainda não são dele, com a previsão de que seu valor vai cair. Ele depois compra na baixa e lucra na diferença de preço. Claro que, quando a ação sobe em vez de cair, como está sendo o caso da AMD, o acionista perde dinheiro. Para o ano de 2018 é estimada a perda de US$ 2,67 bilhões para esse pessoal que investiu contra a AMD e a empresa foi cotada como a terceira menos lucrativa para vendas a descoberto, ficando atrás somente da Amazon que causou a perda de US$ 3,75 bilhões, e da Netflix que fez seus vendedores a descoberto perderem US$ 3,43 bilhões este ano.

O TechPowerUp destaca que muito da venda a descoberto foi impulsionada pela divulgação das vulnerabilidades que ganharam o nome de Ryzenfall, na época consideradas pela empresa de segurança que as descobriu tão nocivas como o Spectre. Foram muitas as análises "apocalípticas" prevendo o fim da AMD, que fechou segunda-feira com sua maior valorização nos últimos 12 anos.

Fonte: TechPowerUp, MarketWatch
Assuntos
Tags
AMD
  • Redator: João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

Em um remake, você quer:

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.