Shigeru Miyamoto critica modelo free-to-play de jogos mobile

O lendário desenvolvedor Shigeru Miyamoto – criador de Mario e The Legend of Zelda – criticou o modelo de negócio dos games free-to-play, especialmente aqueles lançados para smartphones. Ele também sugere que a melhor alternativa seria vender os jogos a preços razoáveis, e que a Nintendo vai seguir apostando no seu modelo de preço fixo para seus jogos.

"Eu não posso dizer que nosso modelo de custo fixo tem realmente sido um sucesso. Mas nós vamos continuar incentivando-o até que ele se torne enraizado. Desta maneira, todo mundo pode desenvolver games num ambiente confortável. Ao focar em trazer nossos jogos para a maior quantidade de pessoas possível, nós podemos continuar impulsionando nosso negócio de games mobile".
- Shigeru Miyamoto, desenvolvedor e produtor da Nintendo

De acordo com o site Bloomberg, os comentários foram feitos durante a Computer Entertainment Developers Conference (CEDEC), que acontece entre os dias 22 de agosto e 24 de agosto em Yokohama, no Japão.

"Nós temos a sorte de ter este mercado gigante, então nosso pensamento é, se nós conseguimos entregar games a preços razoáveis para a maior quantidade de pessoas possível, nós veremos grandes lucros".
- Shigeru Miyamoto, desenvolvedor e produtor da Nintendo

Os comentários foram proferidos alguns meses depois da adição de caixas de loot para o game Animal Crossing: Pocket Camp – que é free-to-play – com um recurso chamado Fortune Cookies. Segundo o site IGN, a novidade foi bastante criticada pelos fãs do game, que viram a decisão como um maneira de tomar vantagem de uma base de jogadores bastante jovens.

Via: IGN, Bloomberg
Tags
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation 1. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia. Formado jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.