Técnica de compressão permite que internet entre na era 3D!

Uma nova técnica de compressão de dados pode permitir que filmes 3D possam ser facilmente transmitidos pela internet e via satélite.

Devido ao fato de serem necessÁrias ao menos duas imagens por vez, os filmes em três dimensões têm uma exigência de uma maior taxa de dados. Contudo, uma equipe de pesquisadores do Instituto Fraunhofer de Telecomunicações (IFT) revelaram uma técnica de compressão chamada Multiview Video Coding (MVC), que promete reduzir a taxa de dados usada no canal de transmissão, mantendo a mesma qualidade de alta definição.

"O MVC empacota as duas imagens necessÁrias para o efeito estereoscópico 3D de modo que a taxa de bits dos filmes é reduzida significativamente", revelou Thomas Schierl, cientista do IFT acrescentando que a técnica torna os filmes 3D até 40% menor.

"As Novas TVs combinadas vão começar apenas a reprodução de filmes em 3D a partir do disco Blu-ray que estÁ chegando agora em terceira dimensão. O próximo passo para trazer a terceira dimensão para as salas, serÁ através de canais de transmissão ou canais IPTV via cabo ou DSL", acrescentou Schierl.

O formato MVC irÁ trabalhar com sistemas 3D sem óculos especiais, porque ele pode codificar e comprimir as varias perspectivas da imagem. Ele comprime todas as perspectivas em um arquivo compacto ou stream e um receptor, com um set-top box descodificando a informação e transmitindo-a para a televisão.

- Continua após a publicidade -

De acordo com o cientista, serÁ possível ainda reproduzir filmes a MVC-codificado em televisores mais antigos e set-top boxes.

"A primeira perspectiva da imagem corresponde a um sinal presente nas atuais televisões 2D e poderemos esconder a segunda perspectiva da imagem no mesmo stream de modo que apenas os novos receptores possam usÁ-la. Assim, a segunda perspectiva ficarÁ invisível para as TVs antigas ,não havendo prejuízos para seus espectadores", concluiu Thomas Schierl.

Trata-se de uma técnica particularmente interessante e totalmente viÁvel para os detentores de conteúdo, pois não hÁ nenhum problema de compatibilidade entre as televisões 2D e 3D.

Assuntos
Tags
  • Redator: Filipe Braga

    Filipe Braga

    Filipe Braga é um cearense extremamente simpático formado em Ciências da Computação e apaixonado por computadores e tecnologia em geral. Também participa de reviews de hardware, especialmente placas de vídeo, processadores e placas mãe.

Escolha sua arma:

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.