Capcom não quer repetir polêmica de racismo de ‘RE 5'

Segundo o gerente de relações públicas da Capcom americana, Melody Pfeiffer, a produtora não quer cometer os mesmos erros tidos com "Resident Evil 5", no sentido de evitar comentÁrios e retaliações sobre racismo, visto que os inimigos do game lançado em 2009 são negros parecidos com zumbis em uma região caótica e pobre da África.



"Depois da controvérsia de ‘RE 5', temos plena ciência de que é importante fazermos parte do processo de desenvolvimento de um produto, para termos uma opinião própria quando ele for lançado", disse Pfeiffer. "Estamos agora desenvolvendo muitos projetos, de modo que os conteúdos façam sentido para o nosso mercado [o americano]. Estamos trabalhando em parceria com nossos produtores japoneses para desenvolver esse tipo de material no ocidente", completou Pfeiffer.


Mais polêmicas

Não é a primeira vez que alguém relacionado à equipe de produção de "Resident Evil 5" alega não querer mais dar continuidade a polêmicas ou não querer mais participar do desenvolvi mento de um novo jogo da série.

Em maio, Jun Takeuchi, produtor do quinto episódio, afirmou não ter planos para participar de um possível "Resident Evil 6", pois o desenvolvimento envolveu muita pressão, algo que o não faz querer abraçar um novo projeto de risco.  

Assuntos
Tags
  • Redator: Andrei Longen

    Andrei Longen

    Jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Andrei Longen é entusiasta por videogames desde os 7 anos, quando ganhou um Odyssey 2, seu primeiro console. Hoje tem PS4, PS3 e PS Vita e adora caçar troféus em todos os jogos. Colabora no Adrenaline com notícias, análises, artigos, colunas e vídeos.

Qual vai ser o melhor game de setembro de 2020?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.