EA Sports não vai incluir árbitro de vídeo (VAR) em FIFA 19

O próximo game da franquia anual de futebol da EA Sports, FIFA 19, não deverá ter a inclusão do árbitro de vídeo (VAR), recurso que apareceu de maneira proeminente durante a disputa da Copa do Mundo de 2018, na Rússia.

Segundo o diretor criativo da série, Matt Prior, o principal motivo para isso é que, tecnicamente, o FIFA não precisa de revisão para as decisões do árbitro. Afinal, ele explica que o jogo sempre acerta decisões de impedimento, escanteio ou laterais – basicamente qualquer decisão que envolva saber a posição da bola e dos jogadores no campo ou quem foi o último atleta a tocar na bola.

"A Copa do Mundo foi interessante. Ainda há um processo de aprendizado de como irá se nivelar a maneira como ele [o VAR] é usado, no final das contas. Existe uma área cinzenta. Mas é definitivamente algo que nós vamos monitorar. Se isso se tornar parte do tecido do futebol a um ponto onde fica estranho não estar num jogo regular, mesmo que a gente não precise disso, é algo que iremos considerar introduzir".
​- Matt Prior, diretor criativo da série FIFA

Ainda conforme Prior, o game também determina automaticamente o que é ou não uma falta assim que acontece uma colisão. Claro, considerando que o jogo utiliza um motor avançado que cria animações de colisões em tempo real, às vezes dá para discordar das decisões que o árbitro toma em relação ao que é ou não uma falta. Esse problema não existia quando a EA Sports utilizava animações pré-determinadas.

- Continua após a publicidade -

Mesmo assim, o game nunca erra o local onde aconteceu a infração – ou seja, nunca vai existir uma situação onde o contato ocorre fora da área e o juiz marca pênalti, como existe na vida real. Por causa disso, não teria sentido de usar o VAR para esclarecer decisões do tipo, já que FIFA nunca erra nesses momentos.

O que fica em dúvida é se a companhia irá adicionar o VAR ao FIFA no futuro para aumentar o drama em torno de decisões da arbitragem. Afinal, a Copa do Mundo de 2018 foi cheia de momentos de tensão enquanto o árbitro checava a decisão com a central de vídeo posicionada em Moscou. De acordo com o diretor criativo da série FIFA, porém, a equipe do game só irá considerar a adição do árbitro de vídeo quando sentir que ele faz "parte do tecido do futebol no mundo real".

"Se existe um momento de antecipação no futebol normal que se torne uma coisa – e se nós quisermos criar isso no nosso jogo pela autenticidade... se isso não acontecer no nosso jogo e está acontecendo o tempo todo no jogo real, você poderia dizer que nós estamos perdendo uma parte do tecido do futebol. Então aí pode ser algo que nós queremos fazer".
​- Matt Prior, diretor criativo da série FIFA

FIFA 19 será lançado para PS4, Xbox One, PC, Nintendo Switch e consoles da geração passada no dia 28 de setembro de 2018.

- Continua após a publicidade -

 

Fonte: Eurogamer
Tags
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation 1. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia. Formado jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

Qual os planos para hardware esse ano?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.