Intel e Micron renovam parceria para desenvolver segunda geração de 3D XPoint

As empresas Micron e Intel atualizaram sua parceria para trabalharem agora na conclusão do desenvolvimento da segunda geração da tecnologia 3D XPoint no primeiro semestre de 2019. Este desenvolvimento será realizado de forma independente pelas duas empresas com objetivo de otimizar a tecnologia de acordo com as respectivas demandas de negócios e produtos. As duas empresas continuarão fabricando memórias baseadas na tecnologia 3D XPoint na Intel-Micron Flash Technologies (IMFT) nos Estados Unidos.

A parceria entre a Micron e a Intel resultou no desenvolvimento de uma classe nova de memória não volátil com uma latência muito mais baixa e resistência exponencialmente maior do que as da memória NAND.

No início do ano, as companhias anunciaram que as próximas gerações da tecnologia serão feitas de forma independente por cada fabricante, mas agora renovaram seu contrato para a segunda geração. Apesar da divisão, a parceria continua valendo para as memórias não voláteis 3D XPoint, que continuarão sendo feitas pela Intel-Micron Flash Technologies e tem resultado nos produtos Optane da Intel.

Rob Crooke, vice-presidente sênior e gerente geral do Grupo de Soluções de Memória Não Volátil da Intel, declarou que “a conexão direta da Intel Optane com as plataformas computacionais mais avançadas do mundo está gerando resultados extraordinários para aplicações de TI e de consumo. Pretendemos explorar esse impulso e ampliar nossa liderança com Optane que, combinada com nossa tecnologia 3D NAND de alta densidade, oferece as melhores soluções para as demandas computacionais e de armazenamento de hoje.”

Tags
  • Redator: Mariela Cancelier

    Mariela Cancelier

    Jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), fui estagiária do Adrenaline/Mundo Conectado entre 2015 e 2017. Gosto de jogos de luta (o que marcou minha infância foi Tekken 4) e MOBAs. Atualmente sou colaboradora de ambos sites e apareço de vez em quando em alguns vídeos e reviews dos canais.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.