Gerente da Apple escondia dinheiro em caixas de sapato

Agentes federais americanos encontraram mais de US$150 mil escondidos em caixas de sapato na casa de Paul Devine, gerente da Apple acusado de receber suborno em troca de segredos da companhia.

O executivo ainda tinha cerca de US$20 mil em moeda estrangeira, segundo informações do Departamento de Justiça.


A polícia acredita que Devine ainda tenha mais dinheiro escondido. "Nós descobrimos um número significativo de contas no exterior com grandes quantias", afirmou a promotora Attorney Michelle Kane.

Para ser liberado, o executivo precisa transferir os valores para os Estados Unidos e pagar US$600 mil em fiança. O dinheiro mantido no exterior representa uma possibilidade de fuga, de acordo com o Macworld.

Apesar de afirmar inocência, Devine é acusado de fraude, lavagem de dinheiro e recebimento de propina, que pode ultrapassar US$1 milhão, conforme a ação civil da Apple.

Assuntos
Tags
  • Redator: Risa Lemos Stoider

    Risa Lemos Stoider

    Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e gamemaníaca desde os 4 anos de idade. Já experimentou consoles de várias gerações e atualmente mantém uma ainda modesta coleção. Aliando a prática jornalística com a paixão pela tecnologia e os games, colabora com a Adrenaline publicando notícias e artigos.

Qual vai ser o melhor game de setembro de 2020?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.